sábado, 31 de agosto de 2013

FARINHA DE AMORA: A NOSSA GRANDE ALIADA!!

A Farinha de Amora é rica em fibras, em especial a pectina, sais minerais: potássio, cálcio, magnésio, selênio e fósforo, em vitaminas A e B, ácido elágico e antioxidantes (antocianina).

Benefícios da Farinha de Amora

Auxilia no Processo de Emagrecimento - A pectina (fibra solúvel) presente na farinha de amora possui a capacidade de absorver água e formar um gel no estomago, preenchendo espaço e retardando a velocidade da passagem do alimento para o intestino, promovendo uma maior sensação de saciedade e controlando a ingestão calórica. É o fim da gula e do ataque à geladeira.

Reduz a Absorção de Açúcar e Gorduras - A Farinha de amora tem capacidade de reduzir o nível de açúcar (glicose) do sangue e, por isso ela dificulta o acúmulo de gordura no organismo e combate o colesterol É a despedida das dobrinhas na barriga!

Melhora o Trânsito Intestinal - Por ser muito rica em fibras, a farinha de amora melhora o funcionamento do intestino, item fundamental para o emagrecimento. Ela também ajuda no combate à retenção de líquido.

Combate o Envelhecimento - É rica em flavonoides e polifenóis, substâncias antioxidantes que combatem o excesso de radicais livres e assim, previnem o envelhecimento precoce das células e outros tecidos, além de prevenir o câncer. Pele linda e jovem!

Além dos benefícios citados a farinha de amora também ajuda a amenizar os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM) e menopausa, a melhorar a memória, combate doenças do coração, a osteoporose, reumatismo, gota, artrite, bem como, afecções da boca (aftas) e infecções da garganta.

Sugestão de Consumo
Para aproveitar todos os benefícios da farinha de amora, recomenda-se uma ingestão de 2 colheres de sopa ao dia, 30 minutos antes do almoço e do jantar, misturada em líquidos como sucos, chás, vitaminas, no iogurte ou polvilhada sobre frutas.

Para adaptação do organismo recomenda-se iniciar o consumo com 1 colher de sopa ao dia e evoluir conforme aceitação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário