sábado, 29 de outubro de 2011

ÓLEO DE COCO


Os benefícios associados ao consumo do “Óleo de Coco” são reconhecidos e valorizados pela Medicina Ayurveda na Índia há quase três mil anos. Em sânscrito, o coqueiro é chamado de “kalpa vriksha”, que significa “árvore que fornece tudo que é necessário para a vida”.


10 MOTIVOS PARA CONSUMIR O ÓLEO DE COCO

1 - Ação  Antioxidante - Colabora na diminuição da produção de radicais livres. Isto se deve principalmente a ação direta da vitamina-E presente no “óleo de coco extra virgem”. Contrário a outras gorduras, principalmente em relação aos óleos poliinsaturados, a gordura de coco diminuiu as necessidades de vitamina E do organismo.

2 - Colesterol - Ajuda na redução do mau Colesterol – LDL e evita que o mesmo se oxide. Por outro lado, promove a elevação do bom Colesterol - HDL contribuindo assim na prevenção e tratamento das doenças cerebrais e cardiovasculares.

3 - Emagrecimento - De fácil absorção, a gordura de coco é a melhor fonte de TCM (Triglicerídeos de Cadeia Média), não necessita de enzimas para sua digestão e metabolismo. No fígado, estes triglicerídeos rapidamente se transformam em energia, desta maneira não se depositam no organismo. Por isso ela é considerada “termogênica”, ou seja, capaz de gerar calor e queimar calorias. Esta propriedade, aliada a capacidade que a gordura de coco tem de estimular a glândula tireóide, aumenta o metabolismo basal e, conseqüentemente: EMAGRECE!

4 - Sistema Imunológico - Atua na prevenção e no combate aos vermes, bactérias e fungos, restabelece a energia “roubada” por estes agentes. Conseqüentemente melhora a absorção dos nutrientes aumentando todas as defesas do organismo. A gordura de coco apresenta a maior concentração de ácido láurico, dentre todas as gorduras vegetais. No organismo o ácido láurico é convertido em monolaurin que tem ações para combater inúmeras infecções. (de carbono dos ácidos graxos).

5 - Função Intestinal - Tanto nos casos de prisão de ventre ou mesmo nas diarréias, os componentes da gordura de coco agem normalizando/regulando as funções intestinais. Ao mesmo tempo o ácido láurico, através do monolaurin, ajuda a eliminar as bactérias patogênicas (inimigas), protegendo e favorecendo o crescimento da “flora amiga”.

6 - Tireóide - Melhora o funcionamento da TIREÓIDE, tendo ainda ação “Anti-Envelhecimento” - Estudos realizados há mais de 30 anos comprovaram que a gordura de coco estimula a função da glândula tireóide. O bom funcionamento da Tireóide faz com que especificamente o mau colesterol – LDL, através do processo enzimático, produza os hormônios antienvelhecimento – Dhea, Pregnenolona, Progesterona. Todas estas substâncias são necessárias na prevenção de doenças cardiovasculares, senilidade, obesidade, câncer dentre outras doenças crônicas relacionadas à idade.

7 - Ação Cosmética - A gordura de coco pode ser aplicada diretamente sobre a pele e mesmo nos cabelos, funcionando com um “condiocinador” natural. Além de hidratar a pele e não conter radicais livres, previne rugas numa verdadeira ação antienvelhecimento. Isto se deve a “lubrificação” da pele, permitindo que os nutrientes do sangue cheguem até ela.

8 - Ação Dermatológica - Além do poder bactericida na pele, pode ser utilizada como cicatrizante de feridas, picadas de insetos, alívio em queimaduras e, sobretudo nos eczemas e dermatites de contato, bem como no tratamento do herpes e candidíase.

9 - Diabéticos - Controla a compulsão por carboidratos – Assim como os alimentos ricos em fibras ajudam a manter níveis estáveis de insulina no sangue, conseqüentemente facilitando a vida dos diabéticos, a gordura de coco proporciona uma sensação de saciedade ainda maior e, acima de tudo não estimula a liberação de insulina, contribuindo desta forma para diminuir o “craving” compulsão por carboidratos, principalmente a doces. Contrário aos demais óleos poliinsaturados que dificultam a entrada da insulina e nutrientes para dentro das células, deixando-as literalmente “famintas”, a gordura de coco “abre as suas membranas”, não somente permitindo que os níveis de glicose e insulina se normalizem, como também melhorando sua nutrição, restabelecendo os níveis normais de energia.

10 - Fadiga Crônica e Fibromialgia - Até recentemente estas duas entidades não eram reconhecidas pela medicina tradicional. Somente agora após uma grande divulgação na mídia da melhora clínica de milhares de pacientes, é que o tradicional “stablischment”, deu mão a palmatória, chegando mesmo a ser reconhecida pelo FDA, quando liberou um medicamento para combater este mal. Estas duas entidades muitas vezes se confundem e, há autores que afirmam que ambas têm a mesma etiologia. Porém a esmagadora maioria da classe médica ainda insiste em afirmar que estas duas afecções são na realidade um quadro depressivo mascarado, devendo por isso mesmo ser tratada com antidepressivos. Enquanto na Fibromialgia predomina o sintoma DOR, na Síndrome da Fadiga Crônica, predomina o Cansaço.

BOLO DE CHOCOLATE COM ÓLEO DE COCO

Ingredientes
2 ½ xícaras (chá) de farinha de trigo integral
2 xícaras (chá) de farinha de trigo comum
½ xícara (chá) de farinha de soja
3 colheres (sopa) de cacau em pó peneirado
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 xícara (chá) de açúcar mascavo
5 colheres (sopa) de óleo de coco extra virgem
1 pitada de sal marinho
1 colher (sopa) de vinagre de maçã
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 xícara (chá) de água fria

Modo de Fazer
Em uma tigela coloque as farinhas, o cacau, o bicarbonato, o açúcar e o sal e misture bem. Faça 3 buracos na mistura seca e derrame sobre o primeiro o óleo, no segundo o vinagre e no terceiro a baunilha. Coloque a água e misture todos os ingredientes até obter uma massa homogênea. Leve para assar em forno pré-aquecido (180º) durante aproximadamente 30 minutos.

BOLO DE QUINUA E ÓLEO DE COCO

Ingredientes
1 xícara de farinha de arroz
½ xícara de quinua em flocos
½ xícara de açúcar demerara ou mascavo
2 colheres (sopa) de mel
2 bananas nanicas grandes e bem maduras
2 ovos
2 colheres (sopa) de óleo de coco virgem ou extra virgem
1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Modo de Fazer
Pré aqueça o forno. Misture o açúcar com a farinha, a quinua e o fermento. Separadamente, bata ligeiramente no liquidificador as bananas picadas, os ovos, mel e óleo. Depois misture bem todos ingredientes e coloque em forma untada. Asse em forno em temperatura baixa por 30 a 40 minutos.

ZINCO: ESSENCIAL PARA A SAÚDE

O zinco é um mineral importante, sendo essencial para que inúmeras reações químicas ocorram no organismo. Ele está presente em mais de 300 enzimas, intervém no funcionamento de certos hormônios e é indispensável à síntese de proteínas, à reprodução e ao funcionamento normal do sistema imune.
 
O zinco é necessário para a diferenciação das células do sistema imunológico, diferencia os linfócitos que percebem o invasor em células que o atacam e eliminam. A deficiência de zinco está associada a uma maior susceptibilidade às infecções virais, uma vez que ele interfere na síntese das imunoglobulinas e na manutenção da função imune.
 
De acordo com especialistas, o zinco desempenha importante papel na reprodução, necessário para ovulação, produção e maturação do esperma e fertilização. A deficiência de zinco pode levar a diminuição do desejo sexual em mulheres e impotência nos homens.
 
Além disso, a deficiência de zinco também é prejudicial para o paladar e digestão que acarreta redução da percepção do gosto, com isso ocorre redução do apetite e a ingestão alimentar será prejudicada. O zinco apresenta ainda importante ação no processo digestivo, pois auxilia na produção de ácido clorídrico, além de formar várias enzimas envolvidas na digestão dos alimentos.
 
O mineral participa ainda da formação de uma enzima cujo desequilíbrio pode ocasionar distúrbios de atenção. Quando há falta de zinco, podem ser observados sintomas como diminuição de memória, concentração e convulsões. Em casos mais graves de deficiência podem ocorrer distúrbios de comportamento.
 
 O zinco é fundamental para o adequado crescimento e desenvolvimento de crianças, sua deficiência pode acarretar diminuição da atividade motora, do desenvolvimento cognitivo e da massa óssea
 
O Zinco e a Saúde
 
Osteoporose : O zinco promove aumento da atividade da vitamina D e é essencial para a formação óssea. A deficiência de zinco durante o crescimento pode prejudicar o acúmulo de massa óssea, também aumenta o risco de desenvolvimento de osteoporose, pois pode levar a queda significativa da massa óssea.
 
Diabetes: O zinco é um componente da insulina, atua como regulador da atividade da mesma. O zinco estimula a insulina a se ligar em receptores das membranas celulares, o que promove a entrada da glicose na célula.
 
Pele e Unhas: Nutriente necessário para a cicatrização e produção de colágeno, proteína que dá sustentação a pele, está relacionado à manutenção de uma pele saudável. Sua deficiência pode ocasionar lesões na pele, má cicatrização, acne, manchas brancas nas unhas, entre outros problemas. Além disso, apresenta ação antioxidante, por isso está relacionado à prevenção do envelhecimento precoce da pele.
 
Alimentos, Fontes de Zinco
 
Grão de bico
Leguminosas: ervilha, lentilha e feijão
Cereais Integrais: arroz e aveia
Oleaginosas: castanha de caju, nozes, amêndoas, gergelim, etc.
Frutas: abacate, abacaxi, ameixa, banana, figo, framboesa, maçã, manga, melão e morango, entre outras
Legumes: abóbora, acelga, alface, agrião, batata, batata-doce, beterraba, brócolis, cebola, cenoura, couve e couve-flor
Carne: fígado
Frutos do Mar: Ostras, peixe
Outros: ovos, leite, semente de abóbora

Fonte: Zero Hora

FILÉ DE PEIXE COM REQUEIJÃO LIGHT

Ingredientes
1 kg de filé de pescada ou linguado
suco de 2 limões
1 xícara (chá) de molho de tomate pronto temperado
1 xícara (chá) de requeijão light
sal a gosto


Modo de Fazer
Tempere os filés de peixe com limão e sal. Coloque-os em uma travessa refratária e despeje, por cima, o molho de tomate. Cubra com o requeijão. Leve ao forno quente por 20 minutos.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

LEVEDO DE CERVEJA

O levedo de cerveja é um fermento inativo resultante do processo de fermentação da cevada durante a produção de cerveja. É uma das maiores fontes naturais de vitaminas (17, principalmente a vitamina A, do complexo B), proteínas, sais minerais (14, cálcio, cromo, ferro, fósforo, potássio, selênio e zinco), aminoácidos (16), fibras dietéticas e ergosterol (precursor de vitamina D)., com a vantagem de não possuir colesterol e gordura, característicos das proteínas de origem animal.

BENEFÌCIOS DO LEVEDO DE CERVEJA
  • Aumenta a resistência do organismo, combatendo a fadiga física e mental
  • Protetor natural do organismo contra as radiações e a poluição
  • Equilibra a flora intestinal
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Auxilia o fígado na desintoxicação do organismo, aumentando a eliminação de substâncias nocivas
  • Ajuda a regular a produção de insulina, graças ao cromo, importante no metabolismo dos açúcares e a vitamina B
  • Auxilia no combate a queda de cabelo
  • É um ótimo agente cicatrizante, eficaz nos casos de eczemas, acne, furúnculos e problemas com a pele
  • Ajuda no tratamento da doença “pelagra”, moléstia grave, caracterizada por erupções cutâneas, perturbações digestivas, nervosas e mentais
  • É usado como complemento para dietas de emagrecimento
Sugestão de Consumo

O levedo de cerveja em pó pode ser consumido com água, suco de frutas, vitaminas ou acrescentada a comida (saladas, sopas, etc.), mas não se deve cozinhá-lo para que não perca as suas propriedades.

O suplemento nutricional levedo de cerveja, sendo uma fonte natural de vitaminas do complexo B, com inúmeras propriedades benéficas, realmente pode ser um reforço natural para o organismo se manter forte e saudável.

SUCO REVITALIZANTE

Ingredientes
500ml de água de coco
1 inhame médio descascado
1 maçã descascada
1 banana
1 colher (sopa) rasa de levedo de cerveja em pó
1 colher (sobremesa) de linhaça dourada
1 colher (sobremesa) de semente de girassol descascada
1 colher (sobremesa) de farinha de semente de abóbora

Modo de Fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Não coe e sirva em seguida.

FRITTELLE

Ingredientes
500 g de farinha de trigo
120 g de uva passa
70 g de açúcar
50 g de amêndoas picada(s)
50 g de frutas cristalizadas
35 g de levedo de cerveja
30 ml de rum
100 g de açúcar de confeiteiro
1 colher (café) de sal
raspas casca de limão
óleo de soja para fritar

Modo de Fazer
Lave as passas e hidrate-as em um recipiente com rum. Em um processador, coloque a farinha, o açúcar, e o levedo bem diluído, até obter um composto homogêneo. Coloque a mistura em uma tigela, acrescente as passas com o rum, ás amêndoas, as frutas cristalizadas e as raspas de limão. Mexa bem e deixe descansar por 15 minutos. Se necessário, adicione um pouco de água. Frite em bastante óleo quente, em porções medidas por colheradas e em seguida polvilhe açúcar de confeiteiro.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

QUITOSANA: "O IMÃ DE GORDURA"

A Quitosana é um produto natural derivado da quitina, que é um polissacarídeo encontrado no exoesqueleto de moluscos e crustáceos, como: caranguejos, camarões, lagostas, lulas e moluscos. Embora já exista há anos, e utilizada para vários propósitos, apenas recentemente começou a ser usada como suplemento que auxilia na perda de peso.
A Quitosana é quimicamente semelhante à celulose, que é uma fibra vegetal. Assim como as fibras vegetais, a Quitosana possui uma série de propriedades e qualidade das fibras. O que a diferencia da fibra vegetal é o fato de que ela tem a capacidade de se ligar de forma significativa às gorduras no trato digestivo. Assim, a Quitosana é muitas vezes apelidada de “imã de gordura” ou “bloqueadora da gordura”.
A Quitosana, quando ingerida antes das refeições, é solubilizada, e se transforma em um gel ao entrar em contato com as condições estomacais, que tem alta capacidade de absorver gorduras. Após serem capturadas pelo gel e arrastadas para o intestino, as gorduras não podem mais ser aproveitadas pelo organismo, sendo posteriormente excretadas do organismo juntamente com as fezes junto. Como conseqüência, o organismo compensa o déficit calórico proporcionado pela ingestão da Quitosana através da queima da reserva energética corporal (gorduras).

BENEFÍCIOS DA QUITOSANA
  • Absorve e se liga a gordura no trato digestivo, impedindo a absorção desta gordura no corpo.
  • Inibe o LDL (colesterol mau) e aumentar o HDL (colesterol bom)
  • Ajuda a controlar o excesso de apetite
  • Reduz os níveis de ácido úrico no sangue
  • Ajuda a controlar a pressão arterial
  • Promove a cura de úlceras e lesões.
  • Ajuda a regular a função intestinal
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Auxilia na cicatrização dos tecidos após a cirurgia plástica
  • Ajuda a tratar as infecções na gengiva e dentes, inibindo a formação do tártaro ou cáries
CUIDADO: A Quitosana não é indicada para pessoas alérgicas a crustáceos (camarão, caranguejo, lagosta) e também deve ser evitada por grávidas e mulheres em período de amamentação.

FARINHA DE FEIJÃO BRANCO

As propriedades do feijão branco colocaram este alimento na lista dos mais procurados por quem quer perder peso ou enfrenta uma dieta restritiva.
Sua farinha contém, minerais como: cálcio, ferro, potássio, magnésio, entre outros, vitaminas E, K e fibras além de uma proteína que favorecer o emagrecimento e a redução dos níveis de açúcar no sangue. A proteína presente nesse feijão, é a faseolamina.
Pesquisas recentes descobriram que a faseolamina encontrada no feijão branco ajuda a emagrecer, atuando como um bloqueador natural de carboidratos e açúcares, pois é capaz de reduzir de maneira significativa a ação da enzima alfa-amilase; enzima responsável pela quebra e digestão desses carboidratos (amido que quando quebrado torna-se também a glicose que será absorvida pelo organismo) que ingerimos.  Sem ação desta enzima, o organismo é incapaz de absorver as moléculas inteiras do amido e assim são eliminados naturalmente, sem acumular calorias, açúcares e gorduras no corpo, pois os carboidratos, se não utilizados como fonte de energia, são acumulados como gordura localizada. Este processo além de reduzir em cerca de 20% a absorção de carboidratos, também reduz consideravelmente a absorção da glicose. O que em alguns casos pode significar uma eliminação de até 4% do peso em apenas 30 dias.
Esse mecanismo apresenta uma alternativa segura para as dietas de emagrecimento e para diabéticos que precisam diminuir a quantidade de açúcar circulante.

Sugestão de Consumo
Consumir 1 colher (chá) bem rasa, diluída em um copo de água ou suco, 30 minutos antes das principais refeições (duas vezes por dia). Lembrando que o consumo em excesso da farinha de feijão poderá provocar efeitos colaterais como diarréia, flatulência e náuseas.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

ÓLEO DE COPAÍBA

O Óleo de Copaíba é um produto natural, extraído por meio de uma incisão no tronco da copaibeira, da qual é coletada a resina para a produção do óleo. Planta nativa da região tropical da América Latina, África Ocidental e Brasil, catalogada cientificamente com o nome de C. Reticulata Dunke – nome popular Copaíba era conhecida desde os tempos remotos pelos Incas, Maias e outros povos indígenas que utilizavam este bálsamo como verdadeiro tesouro dos deuses. Chamado por eles como Óleo da Vida, por possuir inúmeras propriedades regeneradoras, curativas, nutritivas, lubrificantes e tônicas.

O Óleo de Copaíba riquíssimo em ácido copático, beta-cariofileno e alfa-copaeno é o mais poderoso antibiótico e antiinflamatório natural do mundo. O óleo, de sabor amargo, depois de filtrado, apresenta uma consistência oleosa e tonalidades que variam da cor amarelo-pálida a pardo-esverdeada, às vezes com ligeira fluorescência. Os diversos tipos de óleos da copaíba podem apresentar diferentes características: branco aquoso, amarelo e de cor escura e mais consistente do que outros. A quantidade de óleo produzida e a sua consistência dependem de fatores como clima, solo, idade da árvore, estado de saúde do tronco e modo de explorar a árvore. Extraído de forma científica e ecologicamente correta, mantendo todas as suas propriedades terapêuticas, este bálsamo é comercializado hoje com grande sucesso nos Estados Unidos e na Europa, assim como no Brasil.

BENEFÍCIOS DO ÒLEO DE COPAÍBA
  • Antibiótico e antiinflamatório natural
  • Poderoso anti-micótico, combate às micoses de pele
  • Excelente depurativo do sangue
  • Regula as funções intestinais
  • Possui ação analgésica (bloqueadora da dor)
  • Protege a mucosa gástrica, auxiliando nos problemas de azia, úlcera e gastrite
  • Auxilia na desintoxicação do organismo
  • Impede o crescimento do trypanosoma cruzi, causador do Mal de Chagas
  • Combate o vírus HPV, causador do câncer de colo de útero
  • Auxilia no combate as infecções urinárias e cistite (inflamação aguda ou crônica da bexiga) e a incontinência urinária
  • Possui ação anti-séptica (inibe e combate a ação dos microrganismos infectantes) e cicatrizante, podendo ser utilizado no tratamento da psoríase, eczemas, urticárias e furúnculos
  • Auxilia no combate as afecções das vias respiratórias, como tosse, gripe, resfriados, bronquite e inflamação da garganta
  • Tem ação emoliente (efeito calmante sobre a pele e as mucosas inflamadas, combatendo o ressecamento dos tecidos, conferindo-lhes maciez)

SUCUPIRA E SEUS BENEFÍCIOS

A Sucupira (Pterodon emarginatus) é uma planta medicinal também conhecida como Sucupira-Branca, Sucupira-Lisa, Faveiro, Fava-de-Sucupira, Fava-de-Santo-Inácio, Sapupira, Supupira-do-Campo, Sebepira, Sebipira, Cutiúba, Macanaíba e Paracarana.
 
A Sucupira (Pterodon emarginatus) é uma árvore rústica com floração azulada, ocorre no cerrado e na faixa de transição para a Mata Atlântica, nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás e Mato Grosso do Sul. É uma árvore de porte médio. Sempre foi muito utilizada por tribos indígenas brasileiras, como é o caso da tribo Pataxós, incidente na região onde ocorre a Sucupira. Sua madeira é nobre e muito utilizada na fabricação de pisos e móveis. O fruto só possui uma semente.

O óleo volátil retirado da casca e das sementes, além de ser aromático, é muito utilizado no tratamento de reumatismo. Os tubérculos ou nódulos da raiz, também conhecidos como Batatas-de-Sucupira, são utilizados no controle do diabetes. Um estudo publicado também concluiu que os óleos essenciais das sementes de sucupira são úteis no combate de tumores de próstata.
 
A semente de sucupira pode ser usada na forma de chá, gotas (tintura) ou cápsulas (extrato seco). Seu uso é indicado para combater a úlcera, gastrite, ácido úrico, aftas, amidalite, artrite, artrose, asma, blenorragia, dermatoses, dor espasmódica, diabete, ronquidão, sífilis, hemorragias, vermes intestinais, além disso, é anticancerígeno e combate as inflamações no útero e no ovário. Além destas várias indicações, estudos mostram que a sucupira é eficaz principalmente como antiinflamatório e no combate a dores reumáticas. Outras pesquisas estão sendo realizadas (Unicamp) para comprovar o efeito antitumoral do óleo da semente de sucupira com resultados satisfatórios.
 
Estudos comprovaram que as sementes de sucupira da espécie Pterodon emarginatus possuem flavonóides, cumarinas, saponinas, triterpenos, esteróides e óleo essencial. No óleo da semente é encontrado elementos como o beta-cariofileno, substância química com atividade antiinflamatória, antibiótica, antioxidante, anticarcinogênico e anestésico local, o que comprova as propriedades medicinais da Sucupira.
 
Sucupira: Efeitos Colaterais e Contra Indicações
 
A Sucupira é considerada uma planta muito segura para o consumo e não possui contra indicações. No entanto, algumas pessoas recomendam que o chá de Sucupira seja consumido por até quinze dias consecutivos, retomando seu uso após descansar por outros quinze dias, para que ocorra um equilíbrio no sistema endócrino. No entanto, não há suficientes estudos publicados correlacionados aos efeitos colaterais da Sucupira. Também não foi encontrada nenhuma contra indicação quanto ao uso contínuo do extrato ou da tintura de Sucupira.

sábado, 22 de outubro de 2011

ÓLEOS ESSENCIAIS: PARTE I

Óleos essenciais são substâncias aromáticas extraída principalmente por destilação das flores, folhas, raízes, casca de árvore, sementes e frutas de uma planta aromática. O verdadeiro óleo essencial, 100 % puro, traz a essência vital da planta. Os princípios ativos contidos nos óleos essenciais atuam no sistema linfático, imunológico, digestivo, cardiovascular respiratório e geniturinário. Á nível psicológico, os óleos essenciais, podem influenciar positivamente as nossas emoções e comportamento.

PERFIL DOS ÓLEOS ESSENCIAIS

A informação do perfil de cada óleo nos ensina os usos terapêuticos e cosméticos, os aromas e os componentes principais. Esse perfil nos ajuda a conhecer as partes principais da Aromaterapia. Para mais informações sobre a Aromaterapia (Cursos), click no link http://www.eradourada.com.br./

Alecrim - Rosmarinus officinalus
Há muito é considerada uma planta sagrada e cresce naturalmente nos paises mediterrâneos. O óleo. é refrescante, estimulante circulatório, dos nervos e mental e indicado para a memória, concentração, fadiga do coração, eliminar a letargia e para aliviar dores de cabeça e musculares. Também é um excelente tônico para o couro cabeludo e problemas como queda de cabelo e caspa. Não deve ser utilizado por pessoas que sofrem de pressão alta.

Bergamota - Citrus bergamia
De origem italiana, o óleo de bergamota é extraído pela prensagem de sua casca. É utilizado há séculos e é considerado valioso para diminuir a ansiedade, depressão e stress. Tem propriedades anti-sépticas, é muito indicada contra cistites e infecções do trato urinário. Pode ser usado em banhos e massagens.

Canela - Cinnamomum zeylanicum
Uma das especiarias mais antigas que se tem noticia. Destilado da casca interna e das folhas, tem um aroma forte, doce, temperado e deve ser bem diluído antes do uso, pois pode causar irritações. As poderosas propriedades da Canela podem ser úteis para tonificar o sistema circulatório, respiratório, digestivo e reduzir a sonolência e a irritabilidade.

Cedro - Cedrus atlantica
Muito usado nos templos do Tibet, o Cedro tem perfume suave de madeira e bálsamo. Proporcionar longevidade, atuar como tônico do sistema nervoso e como expectorante são alguns dos benefícios deste óleo. É também eficaz no tratamento da calvície, caspa, seborréia, acne, psoríase, eczemas e dermatites.

Cipreste – Cupressus sempervirens
É destilado das folhas e das pinhas. De aroma fresco. Este óleo é excelente adstringente, tonificante do sistema nervoso, anti-reumático, anti-séptico, antiespasmódico, e estimulante do fígado. Auxilia no tratamento de pressão baixa, varizes, hemorróidas, sudorese excessiva (inclusive dos pés) e é comprovadamente benéfico ao sistema reprodutor, em especial no que diz respeito a problemas menstruais. Como tensão pré-menstrual, e os difíceis efeitos colaterais da menopausa, como as ondas de calor, desequilíbrio hormonal e irritabilidade. Pode regular disfunções ovarianas e é eficaz contra as cólicas e o excesso de fluxo.

Nos próximos meses estaremos divulgando novas informações sobre os óleos essenciais. Acompanhe !!!

MÁSCARA PARA PELE CANSADA

Ingredientes
½ pera
1 colher (sopa) de mel
1 colher (chá) de guaraná em pó
1 gota de óleo de alecrim

Modo de Fazer
Amasse o fruto sem a casca, adicione o mel e o guaraná e misture bem até obter um creme homogêneo. Aplique a máscara em todo o rosto, pescoço e colo, tomando cuidado com os olhos, durante 15 a 30 minutos. Para removê-la, lave o rosto com água, retirando todo o resíduo.

ÓLEO ESSENCIAL: CONTRA CÃIBRAS

Ingredientes
óleo vegetal de andiroba
1 gota de óleo essencial de cipreste
1 gota de óleo essencial de bergamota

Modo de Usar
Coloque um pouco de óleo de andiroba na palma da mão, adicione o óleo de cipreste e de bergamota, espalhe e massageie a região afetada.