quarta-feira, 28 de maio de 2014

AVELÃ: BENEFÍCIOS


Consumidas secas, assadas, cozidas em bolinhos ou até em aromatizantes de café, comer algumas avelãs diariamente pode fazer-lhe muito bem. Estas nozes esféricas marrom têm um sabor ousado e que pode adicionar um impulso extra ao gosto e textura de sua dieta.

Além de serem um saboroso alimento, as avelãs têm uma extensa lista de benefícios à saúde. Elas são carregadas com gorduras saudáveis que podem ajudar a limpar as placas de seus vasos sanguíneos. Elas também são ricas em proteínas, fibras, vitaminas e minerais essenciais. E mais importante, as avelãs contêm um rico suprimento de fito esteróis, que é um dos antioxidantes mais poderosos da natureza.

Benefícios da Avelã 

Como todas as sementes, o teor de gordura das avelãs parece alto, mas não se preocupe, elas são boas gorduras insaturadas que mantêm seu coração saudável e mentalmente alerta.

Em geral, 100 gramas de avelãs é uma porção boa. Essa dose adiciona cerca de 176 calorias, 17 gramas de gordura e 3 gramas de fibra. Comer uma porção de avelãs 1 a 2 horas antes do jantar pode efetivamente evitar que coma demais durante a sua refeição
.
As avelãs possuem uma alta concentração de ácido oleico. Este é um ácido graxo ômega-9, que pode efetivamente reduzir a sua pressão arterial, prevenir derrames e ataques cardíacos. O ácido oleico também é conhecido por prevenir o câncer e melhorar a acuidade mental. Estudos têm demonstrado que a ingestão regular de ácido oleico pode aumentar significativamente a sua memória.

As avelãs também são ricas em ácido alfa-linolênico (ALA). Quando este chega em seu sistema, seu corpo converte ALA em EPA e DHA. Ambos são ácidos graxos ômega-3 que são benéficos para muitos sistemas funcionais, tais como o sistema circulatório, sistema nervoso e imunológico.

Seus benefícios mais notáveis incluem a manutenção da integridade dos vasos sanguíneos, reduzindo a pressão arterial, prevenção de doenças psicológicas como depressão e esquizofrenia, alivio de alergias e prevenção do câncer.

Vitamina E - A vitamina E é um antioxidante solúvel em gordura que protege as membranas celulares de danos dos radicais livres. Ela é um dos antioxidantes mais bioativos da natureza devido à sua capacidade imediata de remoção dos radicais livres.
A ingestão de vitamina E pode efetivamente ajudar a melhorar seu estado geral de saúde. As avelãs são uma das mais ricas fontes de vitamina E. Cada grama de avelã contém 21% de suas necessidades diárias desta vitamina. Consumir algumas avelãs diariamente pode reduzir significativamente os sinais de envelhecimento, fortalecer sua imunidade e melhorar a sua agilidade mental.

Fito esterol - Os fito esteróis são álcoois que altamente valorizados por sua eficácia em doenças cardíacas e prevenção do câncer. Eles têm a capacidade de aumentar o HDL, que é o colesterol “bom” que mantém a formação de placas nos vasos sanguíneos. Ao mesmo tempo, eles bloqueiam a absorção e síntese de colesterol “ruim”, de modo que você terá um perfil melhorado de sangue. Os fito esteróis também são fortes antioxidantes que podem prevenir a mutação celular e crescimento do câncer.

Sugestão de Consumo

O mais indicado pelos especialistas é consumir cerca de 4 unidades por dia.

BOLO DE IOGURTE E CREME DE AVELÃ

Ingredientes
1 ou 2 potes de Creme de Avelã para rechear e cobrir
1 colher (sopa) de fermento
3 potes (do iogurte) de farinha de trigo
1 pote (do iogurte) de chocolate em pó
3 ovos
1 pote (do iogurte) de açúcar
1 pote de iogurte natural de 170 g
1 pote (do iogurte) de óleo


Modo de Fazer
Em uma tigela misture com um batedor os ovos e o iogurte. Acrescente o óleo e o açúcar e misture bem. Coloque o chocolate e a farinha aos poucos, misturando e por último o fermento. Coloque em forma de 20 cm de diâmetro, untada e enfarinhada. Asse em forno preaquecido, a 180, por aproximadamente 40 minutos, ou até furar com um palito e sair limpo. Se desejar rechear, corte o bolo ao meio e coloque o creme de avelã ou apenas cubra.

Obs: Não precisa de batedeira, pode ser feito a mão.

CREME DE AVELÃ - NUTELA

Ingredientes
45g de avelãs tostadas, sem pele
30 g de chocolate (com 20% de manteiga de cacau)
30 g de chocolate branco
350 ml de leite integral
65 g de açúcar
1 g de lecitina de soja (emulsão)

Modo de Fazer

Bata no liquidificador por alguns minutos as avelãs, 1 colher de açúcar e a lecitina de soja até que não saia o óleo das avelãs. Reserve. Numa tigela, coloque o chocolate, 2 colheres de açúcar e 50 ml de leite e mexa bem até formar um creme bem denso. Acrescente pasta de avelãs, mais 50 ml de leite até obter um composto homogêneo e fluido e reserve. Leve ao fogo baixo, os 250 ml de leite restante, o açúcar e o chocolate branco até derreter por completo. Acrescente o creme reservado, mexendo sempre. Cozinhe por cerca de 40 minutos até obter um creme denso. Colocar o em um pote de vidro e só feche quando este esfriar. Utilize para o recheio de bolos, ou para passar no pão.

AMARANTO

PEIXE GRATINADO COM AMARANTO

Ingredientes
500 g de peixe em posta (tipo cação)
3 colheres (sopa) de suco de limão
sal e pimenta a gosto
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
3 dentes de alho picados
1 cebola ralada
1 cenoura média ralada
2 colheres (sopa) de amaranto em flocos
50 g de queijo parmesão ralado
1 copo de requeijão cremoso light
1 caixinha de creme de leite light
amaranto para polvilhar


Modo de Fazer
Tempere o peixe com o suco de limão, o sal e a pimenta. Deixe descansar por meia hora na geladeira. Em uma panela, coloque o azeite de oliva e refogue o alho e a cebola. Acrescente o peixe e refogue por mais 10 minutos. Junte a cenoura e refogue por mais 5 minutos até que o peixe comece a desfiar. Retire do fogo e acrescente o requeijão, o creme de leite e o amaranto em flocos e misture bem. Prove e ajuste o tempero se preciso. Transfira para um refratário médio untado ou vários refratários menores untados. Polvilhe com o queijo ralado e o amaranto. Leve ao forno para gratinar.

BOLO DE BANANA E AMARANTO

Ingredientes
1 ovo
1 xícara de açúcar
1/3 xícara de margarina
1 banana amassada
½  xícara de amido de milho
½  xícara de farinha de mandioca
1 colher (chá) de sal
1 ½  colher (chá) de fermento para pão
1 xícara de flocos de amaranto
¼  xícara de leite


Modo de Fazer

Na batedeira, bata o ovo com açúcar. Em seguida, coloque a margarina e a banana amassada. Assim que estiver bem misturado, pare de bater e adicione o amido de milho e mexa com uma colher até incorporar o amido na massa. Depois, volte a bater e acrescente aos pouco a farinha de mandioca e o sal, misture bem. Pare novamente de bater, adicione o amaranto e mexa com uma colher até incorporar o amaranto na massa. Volte a bater e coloque o leite até obter uma massa homogênea. Coloque em uma forma untada, espalhe bem e se quiser enfeite com rodelas de banana. Polvilhe açúcar e canela a gosto. Leve ao forno pré-aquecido, em temperatura média, durante 40 a 45 minutos.

terça-feira, 27 de maio de 2014

A LECITINA DE SOJA

A Lecitina é um complexo de fosfolipídios naturais isolados de soja. É constituída basicamente por vários nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo humano. como: fósforo e potássio, colina (vitamina B), vitamina E e ácidos graxos essenciais conhecidos como ômega 6 e ômega 3 presentes na relação ideal para o corpo humano (1 parte de ômega 3 para 10 partes de ômega 6).
 
Benefícios da Lecitina de Soja
 
• Reduz os níveis de colesterol alto, especialmente o “colesterol mau” (LDL), e aumentar por sua vez o “bom colesterol” (HDL)
 
• Melhora as capacidades cognitivas diversas como a aprendizagem, a memória e a concentração, devido à presença da fosfatidilcolina, que eleva a concentração de acetilcolina no cérebro.
 
• Evita o acúmulo de gorduras no fígado, favorecendo a absorção e a utilização da vitamina A e do caroteno, aumentando o nível de tal vitamina no sangue.
 
• Melhora a absorção das vitaminas lipossolúveis, ou seja, as vitaminas E, D e K
 
• Ajuda a regenerar e reviver as células cerebrais “preguiçosas”
 
• É capaz de manter a elasticidade da pele e favorece a hidratação da mesma
 
• Diminui os requerimentos de insulina ao favorecer a absorção e o metabolismo dos açúcares e dos amidos no pâncreas
 
• Aumenta o fornecimento de gamaglobulina à corrente sanguínea e isto favorece a imunidade contra as bactérias infecciosas
 
• Diminui a fadiga e o cansaço, devido à presença do fósforo
 
• Auxilia na fragmentação da gordura, aumentando a eficiência da digestão devido ao seu poder emulsificante
 
• Corrige as diferenças de colina e outros agentes lipotrópicos que possam causar á degeneração hemorrágicas dos rins
 
• É útil no tratamento de problemas da pele como: psoríase, pele seca, eczema, esclerodermia, atrofia senil da pele, seborreia, acne e a formação de queloides causada pela absorção de gorduras.
 
A Lecitina pode ser encontrada na forma líquida, granulada ou pó e possui nutrientes essenciais que trazem muitos benefícios á saúde, contribuindo para a cura e prevenção de várias doenças. Lembre-se que a Lecitina não é um medicamento e sim um complemento alimentar e sua ingestão deve sempre ser acompanhada de uma alimentação saudável e atividade física.
 
É bom saber: A lecitina granulada ou pó possuem em torno de 50% mais colina do que a lecitina líquida, sem maiores diferenças em relação aos outros compostos.

SUCO DE LARANJA, BERINJELA E LECITINA DE SOJA

Ingredientes
1 copo de suco de laranja
50g de berinjela crua
3 colheres (sopa) de lecitina de soja granulada

folhas de hortelã

Modo de Fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador. Tome um copo de manhã e outro à noite.

INTOLERÂNCIA AO GLÚTEN

A doença celíaca é caracterizada por uma intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeios e seus derivados. Ela induz a produção de anticorpos ao glúten, que agem no intestino delgado, atrofiando-o. O resultado é a dificuldade de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água.

A doença normalmente se manifesta em crianças até um ano de idade, a partir do momento em que começam a incluir em sua dieta alimentos que levam glúten ou derivados. Mas em alguns casos, ela se manifesta somente na idade adulta, dependendo do grau de intolerância. O atraso no diagnóstico leva a deficiências no desenvolvimento da criança e a diversas complicações.

SINTOMAS

Os principais são os gastrointestinais, como diarréias, intestino preso, perda de gorduras nas fezes. Mas é comum ainda a perda de peso, distensão abdominal, inchaço das pernas, anemias e sinais de desnutrição calórica, bem como:

• Dificuldade de adquirir peso e facilidade para perdê-lo

• Fraqueza geral

• Modificação do humor.

• Dificuldade para um sono reparador

• Fraqueza das unhas e queda de pêlos

• Anemia por deficiente absorção do ferro e da vitamina B12


O tratamento da doença celíaca é relativamente simples. Uma vez que a alimentação é controlada e a proteína é excluída da dieta, os sintomas desaparecem. Na maioria dos casos, em um curto intervalo de tempo.

A maior dificuldade é conviver com as restrições impostas pela dieta e com os novos hábitos alimentares. Grande parte dos alimentos industrializados possui glúten em sua composição e têm que ser cortados da alimentação por completo, como pães, massas, alguns doces, entre outros.

Infelizmente, a doença não tem cura e, mesmo com os bons resultados da dieta, o paciente deve ficar atento. Ele terá que segui-la para o resto da vida. Se voltar a ingerir glúten novamente, os sintomas voltam e podem levar até a quadros complicados.

ALIMENTOS PERMITIDOS

Os alimentos permitidos para os celíacos são:

• Cereais: arroz, milho

• Frutas: todas, ao natural e em sucos

• Gorduras: óleos, azeite, margarina, manteiga

• Laticínios: leite, queijo, e derivados

• Hortaliças: folhosos, legumes, tubérculos (batata, mandioca, inhame e cará)

• Leguminosas: feijão, soja, ervilha, grão de bico, lentilha

• Carne e Ovos: aves, bovinos, suínos, caprinos, miúdos, vísceras e peixes em geral

BOLO DE FRUTAS SEM GLÚTEN

Ingredientes
1 maçã picada
1 banana nanica madura picada
1 xícara de uvas passas
suco de 2 laranjas
1 xícara de farinha de arroz
½  xícara de fécula de batata
canela à gosto
1 colher (sopa) de fermento em pó
½  xícara de mel (opcional)
 
Modo de Fazer
Misturar tudo e assar numa forma pequena de bolo inglês ou com furo no meio. Cubra com mel e canela.

PÃO DE BATATA DOCE SEM GLÚTEN

Ingredientes
2 colheres (sopa) de polvilho doce 
1 colheres (sopa) de polvilho azedo
1 xícara  de batata doce cozida e amassada com garfo
1 colher (sopa) de água
1 colher (sopa) de azeite extra virgem
sal, linhaça ou chia a gosto


Modo de Fazer

Misture  todos os ingredientes até formar uma massa tipo de pão mesmo. Se necessário coloque bem aos pouquinhos um pouco mais de água ou de polvilho. Faça bolinhas e leve em assadeira untada para assar em forno pré-aquecido. Se desejar pode passa gema de ovo nos pães ou assar naturalmente. Dica: Esse pão pode ser congelado sem assar em uma assadeira. Depois de congelado coloque em um saquinho e asse quando quiser.

segunda-feira, 26 de maio de 2014

FENO GREGO

O Feno-Grego também conhecido como fenacho ou alforvas é uma planta medicinal que possui sementes com propriedades digestiva e anti-inflamatória que ajudam no tratamento para gastrite e colesterol.
O nome cientifico do feno-grego é Trigonella foenum-graecum.
Para que serve o Feno-Grego

O feno-grego serve para ajudar no tratamento de anemia, raquitismo, gastrite, inflamações, celulite, feridas, cárie, prisão de ventre, acne, faringite, inflamação na vulva, cólicas menstruais, colesterol, hemorroidas, menopausa, problemas digestivos, furúnculo além de aumentar a energia corporal, aumentar a massa muscular e reduzir a gordura corporal.
As suas sementes ajudam no tratamento de problemas do couro cabeludo como caspa, queda de cabelo e calvície, hidratando e acelerar o crescimento saudável do cabelos.

 
Como utilizar o Feno-Grego

As partes utilizadas do feno-grego são as sementes, aonde estão suas propriedades medicinais. Elas podem ser usadas moídas e diluídas no leite, em Infusão ou cozimento das sementes para fazer chá, em cápsulas, encontradas em lojas de produtos naturais e em aplicações de compressas com a semente de feno-grego triturada e aquecida.

  • Chá de feno-grego: Usar 1 xícara de água fria sobre duas colheres (de chá), deixar em repouso por 3 horas, em seguida ferver os ingredientes, coar e beber enquanto estiver morno, 3 vezes ao dia para tratamento da prisão de ventre e alivio dos sintomas da menopausa.
  • Chá de feno-grego para compressas, gargarejos e lavagens vaginais: Usar 2 colheres (de chá) de sementes de feno-grego e 1 xícara de água. Ferver as sementes na água durante 10 minutos. Em seguida coar e usar o chá em compressas no couro cabeludo para tratamento de caspa e calvície, gargarejos para tratamento de rouquidão ou lavagens vaginais. 
  • Compressa com as sementes de feno-grego para furúnculo: Usar 110 g de sementes de feno-grego com água ou vinagre. Bater no liquidificador até obter uma pasta e levar ao fogo até levantar fervura. Em seguida espalhar a polpa ainda quente sobre um pano e aplicar sobre o local da inflamação até esfriar repetindo o procedimento de 3 a 4 vezes por dia.
Efeitos colaterais do Feno-Grego
O uso de feno-grego pode causar gases, barriga inchada e diarreia e o uso na pele pode causar irritação em indivíduos alérgicos a planta. Para utilizar feno-grego recomenda-se procurar orientação com um especialista em fitoterapia.
Contra indicações do Feno-Grego

O feno-grego é contraindicado em grávidas, mulheres que estejam amamentando e indivíduos diabéticos dependentes de insulina.

Fonte: Tua Saúde

CHÁ VERDE: BENEFÍCIOS

Muito popular entre as civilizações orientais, nomeadamente a China e o Japão, o chá verde é obtido originalmente da folha do arbusto Camellia sinensis. No Brasil o arbusto é cultivado principalmente na região do Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo.

O poder do chá verde está em sua composição. Ele contém altas concentrações de antioxidantes como as catequinas, os carotenoides e os flavonoides, estimulantes como à cafeína, minerais: potássio, sódio, manganês, flúor, entre outros, ácido fólico, vitaminas C, K, B1 e B2, além da teofelina, que é um potente vasodilatador.

Benefícios do Chá Verde 
  • Diminui as taxas de colesterol
  • Ajuda a controlar a pressão arterial
  • Ativa o sistema imunológico
  • Diminui o risco de artrose, aterosclerose e outras doenças degenerativas.
  • Ajuda a reduzir o peso e a percentagem de massa gorda corporal
  • Auxilia na prevenção de doenças cardíacas e circulatórias
  • Ajuda a neutralizar os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento celular precoce devido à presença dos polifenóis (antioxidantes)
  • Melhora os processos cognitivos e pode mesmo atrasar doenças neuro degenerativas como o Mal de Alzheimer
  • Diminui risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como de pele, pulmão, ovário e próstata, devido à presença em grande quantidade de bioflavonóides e catequinas, substâncias que bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores.
  • Ajuda a melhorar a densidade óssea
  • Reduz o risco de pedra nos rins
  • Previne cáries e ajuda a combater infecção na garganta quando utilizado em bochechos e gargarejos
  • Ajuda no tratamento da halitose (mau hálito)
  • Indicado para a limpeza de peles oleosas por ser rico em tanino, substância com propriedades antisséptica e adstringente.
Sugestão de Consumo
O ideal é consumir o chá verde em pequenas doses de 50 ml (copinho de café) ao longo do dia. O consumo em excesso e o chá muito concentrado podem levar a gastrite, devido à cafeína.

domingo, 25 de maio de 2014

HIBISCO: BENEFÍCIOS

O Hibiscus sabdariffa é um arbusto anual e semi-lenhoso, natural da Ásia, especialmente da Índia, e da África, rico em cálcio, magnésio, ferro e vitaminas A e C, bem como, contém fito químicos, altos teores de antocianinas, fitosteróis, além de quantidade significativa de fibras alimentares. Vale lembrar que este hibisco não é o hibisco ornamental tão comum nos jardins do Brasil, conhecido popularmente como hibisco da china ou rosa-sinensis.

Benefícios do Hibisco

Na medicina popular o Hibiscus sabdariffa é usado como anti-espasmódico, anti-inflamatório, redutor da hipertensão, antioxidante natural, afrodisíaco, diurético, laxante suave e auxiliar nas dietas de emagrecimento. Também há indicações de seu uso popular para combater problemas respiratórios, bronquites, gripes e resfriados, gastrite e afecções da pele.

O chá obtido a partir do cálice da flor contém polissacarídeos em boas quantidades, além de conter também concentrações elevadas de flavonoides - reconhecidos como protetores contra os radicais livres.  Ganhou uma fama adicional recente: a de emagrecedor. Isso porque, a exemplo do chá verde, ajuda a estimular o metabolismo, tem ação digestiva e diurética, ajuda a reduzir o colesterol ruim, bem como, auxilia a reduzir as taxas de lipídios e glicose totais no sangue, colaborando na prevenção do desenvolvimento do diabetes tipo 2. A ação diurética do hibiscus transformou a planta numa grande aliada das mulheres na luta contra uma inimiga implacável: a celulite. O chá preparado a partir do cálice do hibiscus ajuda a diminuir a retenção de líquidos, uma das responsáveis pela formação e agravamento da celulite. Já o poder antioxidante do hibiscus também tem explicação: a boa dose de antocianinas, que são pigmentos dão uma variedade de cores atrativas de frutas, flores e folhas que variam do vermelho ao azul. São da classe dos flavonoides e responsáveis pelo potencial antioxidante das frutas vermelhas.

QUENTÃO DE HIBISCO


Ingredientes
8 colheres (sopa) de hibisco desidratado
5 xícaras (chá) de água quente
5 xícaras (chá) de suco de uva
1 colher (sopa) de gengibre em pó
2 colheres (sopa) de maçã desidratada
4 colheres (chá) de stévia in natura ou desidratada
2 colheres (sopa) de casca de laranja

1 colher (sobremesa) de cravo
10 pauzinhos de canela


Modo de Fazer
Coloque numa panela a água quente e o suco de uva, acrescente os demais ingredientes menos a stévia e ferva durante 10 minutos. Desligue o fogo, adicione a stévia e deixe em infusão por 3 minutos. Coe e sirva a seguir.

Fonte: Caderno Viver Bem – Gazeta do Povo

CAVALINHA E SEUS BENEFÍCIOS

A Cavalinha é uma planta perene, não possui flores e, consequentemente, nem sementes; as folhas são muito reduzidas, mostrando-se como pequenas inflorescências translúcidas. Os caules são verdes e fotossensíveis apresentando como características distintas o fato de serem ocos, com juntas e estrias. É adaptada a solos úmidos e por ser agressiva e persistente, deve-se cuidar para que não se torne uma erva daninha e pode ser encontrada quase no mundo inteiro, variando apenas a espécie.
Toda a planta é formada por grande quantidade de silício e potássio e em menores quantidades de cálcio, ferro, magnésio, tanino, sódio, entre outros minerais, diversos ácidos orgânicos, flavonoides e resinas.
Benefícios da Cavalinha
• Atua nos processos degenerativos da pele (rugas, estrias, flacidez, etc.), devido ao envelhecimento, obesidade ou emagrecimentos bruscos, gravidez, tensão muscular etc., pois a grande quantidade silício presente na cavalinha estimula a regeneração das fibras de colágeno e elastina.
• Possui propriedades cicatrizantes, sendo utilizada em compressas nos casos de úlceras varicosas, abscessos e feridas.
• Atua nos processos degenerativos dos ossos (raquitismo, fraturas, descalcificação), pois o silício facilita a assimilação e a fixação de cálcio nos ossos, bem como, nos processos de osteoporose (perda da consistência óssea), pois o silício estimula a atividade dos osteoblastos e fibroblastos, células do tecido conjuntivo que sintetizam as fibras de colágeno e formam a matriz do osso.
• Auxilia nos processos de arteriosclerose. As últimas pesquisas demonstraram que a carência de silício é importante fator predisponente. O silício tem um efeito preventivo, e possivelmente regenerativo, sobre a degeneração das artérias, ao estimular as fibras elásticas deterioradas da sua parede.
• Atua nos edemas (retenção de líquidos), litíase renal (cálculo nos rins), infecções urinárias, gota, excesso de ácido úrico e sempre que se pretenda um efeito diurético e depurativo suave mais eficaz.
• Possui notável efeito hemostático (detém as hemorragias), tanto quando aplicada localmente como ingerida.