sexta-feira, 30 de outubro de 2015

NIBS DE CACAU: BENEFÍCIOS

O fruto do cacaueiro (Theobroma cacao), também chamado de fruto dos deuses, não recebeu esse nome em vão. Foi assim denominado, primeiramente pelos Astecas, e em 1753, o sueco Carl Vonn Linnaus nomeou o gênero e a espécie com o nome científico Theobroma cacao, referindo-se ao próprio nome dado pelo povo nativo da América Central pré-colombiana.

O consumo do cacau é interessante para quem se utiliza da alimentação viva, com alimentos crus, mas não só para esse grupo exclusivo de pessoas. Quando consumido em sua forma crua (em nibs), ele mantém suas propriedades que ao longo do processo industrial (no chocolate ao leite, por exemplo), muitas vezes acaba se perdendo.

Os nibs de cacau são ricos em minerais como magnésio, que fortalece os músculos cardíacos, reduz a capacidade de coagulação do sangue, aumenta a resistência óssea e também é importante para o funcionamento cerebral. 

Também possui cromo,  cobre, ferro,  zinco, manganês, potássio, ácido graxo ômega 6 (que nos chocolates industrializados estão na forma de gordura trans), vitamina C (que também é perdida nos processos industriais do chocolate comum), flavonóides, feniletilamina, serotonina, theobromina (importante no combate à cáries) e anandamida (produz sensação de felicidade), polifenóis e antioxidantes (combatem os radicais livres, câncer de mama, próstata, envelhecimento precoce),além de possuir uma quantidade significativa de fibras.

Apenas uma colher de sopa de nibs de cacau ingerida diariamente já é suficiente para obter uma quantidade considerável desses minerais anteriormente citados. Eles podem ser consumidos em sua forma pura, ou acrescentando-se um pouco de mel para quem ainda não está acostumado ao gosto do cacau puro. Também podem ser moídos no liquidificador, e depois, adicionados a vitaminas (de preferência com leite de amêndoas ou soja), bolos, cereais (inclusive em barrinhas), iogurtes, frutas, misturado a granola, em receitas de cookies e brigadeiros. Pode-se ainda, socá-los com uma colher de açúcar mascavo, e com isso obter uma pasta que pode ser utilizada em pães e bolos, como cobertura.

RECEITA

DAMASCO E SEUS BENEFÍCIOS

O Damasco pertence à família Rosaceae, na mesma família como nectarina e pêssego; é cultivada em todas as regiões temperadas do mundo. O fruto de damasco é nativo da China, que foi introduzido para os Estados Unidos no século 18 por missionários espanhóis, e agora é cultivada no Norte da África Central e Sudeste da Ásia, Sul da Europa.

O fruto de damasco tem o formato oblongo, semelhante à forma de um pêssego. Tem um aveludado, amarelo suave, dourado à cor da pele e da carne de laranja, com um único poço no núcleo. O fruto não é muito saboroso, mas é suave e doce, com uma leve acidez, semelhante ao pêssego e ameixa.

Damasco está em temporada de maio a setembro na América do Norte; a fruta fresca que está disponível nos meses de inverno geralmente é importada da América do Sul ou na Nova Zelândia.

Os frutos de damasco podem ser comidos crus, como frutas frescas, mas também secos, cozidos, preservado como geleia, ou destilado em aguardente e licor; além disso, o seu poço também pode ser extraído em óleo essencial.

Damasco é uma boa fonte de vitamina A, um poderoso antioxidante que sacia os danos dos radicais livres às células e tecidos, e protege as lentes do olho contra os danos dos radicais. É também uma boa fonte de fibras, o que pode prevenir a constipação e manter um sistema digestivo saudável. Além disso, o elevado teor em betacaroteno de alperce ajuda a proteger LDL contra a oxidação, o que pode ajudar na prevenção de doenças cardíacas.

Benefícios do Damasco

Frutos de damascos contêm poucas calorias, compondo apenas 50 calorias por 100 g de peso. No entanto, damasco é uma rica fonte de fibra dietética, antioxidantes, vitaminas, e minerais. Os frutos são enriquecidos com numerosos fito-químicos benéficos para saúde; que ajuda a prevenir doenças do coração, reduzir o LDL – colesterol ruim, os níveis e oferecer proteção contra o câncer.
Damascos são excelentes fontes de vitamina A e carotenoides. 100 g de damasco contem 64% dos níveis de diário necessário de vitamina A. Ambos os compostos são conhecidos por terem propriedades antioxidantes e são essenciais para a visão. Vitamina A é também necessária para a manutenção das membranas mucosas e da pele saudável. Consumo de frutas naturais ricas em carotenos ajuda a proteger o corpo contra os cânceres de pulmão e da cavidade oral.
Os frutos de damasco contêm vitamina C, outro antioxidante natural. Vitamina C ajuda o corpo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e varrer os radicais livres nocivos para o oxigênio.
Damasco é também uma boa fonte de minerais, tais como potássio, ferro, zinco, cálcio e manganês. O potássio é um mineral saudável para o coração; um componente importante de celulares e fluidos corporais que ajudam a regular a frequência cardíaca e a pressão arterial.
O damasco possui alta concentração de antioxidantes e poli flavonoides que atuam como catadores de proteção contra os radicais livres derivados do oxigênio e as espécies reativas de oxigênio (ROS), que desempenham um papel no envelhecimento, cancros e vários processos de doença.
Além disso, zeaxantina , um carotenoide seletivamente absorvida pela retina “macula lútea” aos olhos onde é pensado para fornecer antioxidantes e de proteção funções de filtragem de luz. Assim, o consumo de frutos como damasco, que é rico em zeaxantina, ajuda a proteger os olhos de doença macular – AMRD, especialmente nos idosos.

BOLO DE CHOCOLATE COM DAMASCO

Ingredientes
Massa
6 ovos
3 xícaras rasas de chocolate meio amargo
1 xícara rasa de manteiga sem sal
17 colheres (sopa) de açúcar refinado
7 colheres (sopa) rasas de amido de milho
100g de farinha de amêndoa


Recheio

200g de damasco seco
100g de açúcar refinado
100ml de água


Cobertura

150g de chocolate meio amargo
200 ml de creme de leite fresco


Modo de Fazer

Massa: Derreta o chocolate em banho-maria. Quando estiver derretido, misture 150g de manteiga. Reserve em lugar quente. Separe as claras das gemas e bata as gemas com açúcar adicione o chocolate derretido e o amido de milho, e então incorpore a farinha de amêndoas. Bata as claras em neve com uma pitada de sal. Incorpore as claras em neve na mistura de chocolate delicadamente. Preaqueça o forno a 180º C. Unte uma forma de 25 centímetros de diâmetro com manteiga e enfarinhe, coloque a massa e asse por aproximadamente 25 minutos. Retire do forno, desenforme e deixe esfriar.
Recheio: Em uma panela coloque o damasco, o açúcar e a água e leve para ferver por 10 minutos. Em seguida processe e deixe esfriar. Corte o bolo ao meio, coloque o recheio frio e cubra com a outra parte do bolo.
Cobertura: derreta o chocolate em banho-maria, acrescente o creme de leite, misture bem até obter um creme homogêneo e cubra o bolo.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

FARINHA DE MAÇÃ E SEUS BENEFÍCIOS

A farinha de maçã é elaborada a partir de maçãs vermelhas, maduras, desidratadas e moídas através de um processo que preserva todo o seu valor nutricional e terapêutico.

A farinha de maçã é riquíssima em pectina, fibra muito importante, que facilita a digestão das gorduras e proteínas, além de ajudar a regular a absorção dos açúcares, diminuindo a sensação de fome e o acúmulo de gorduras. Ao melhorar a eficiência do metabolismo, faz com que o organismo queime calorias de um modo mais eficiente, auxiliando na perda de peso.

A farinha de maçã é constituída de ácido ursólico, uma substância capaz de reduzir os índices do colesterol ruim, de triglicérides e baixar os níveis de açúcar no sangue, diminuindo dessa forma o risco de doenças cardiovasculares. 

A farinha de maçã contém também ácido málico, que tem função de melhorar  a força muscular, desempenho e recuperação após o exercício,  invertendo rapidamente a fraqueza, fadiga ou cansaço nos músculos. O ácido málico também restaura a energia rápida para o corpo e promove a agilidade mental, bem como evitando dores articulares e diminui pH sanguíneo.  Ele também age  como um agente natural contra substâncias tóxicas,  reduzindo qualquer metal pesado que se acumule no organismo e o risco de desenvolvimento de condições que causem danos no fígado, cérebro, como a doença de Alzheimer e sistema respiratório.

A maçã fornece vitaminas, minerais, aminoácidos, enzimas e outros nutrientes importantes para a saúde. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã é excelente para combater o sódio, responsável pela retenção de líquidos no organismo. 

Além das fibras a maçã possui substâncias antioxidantes como flavonóides e polifenóis, que são capazes de preservar as células dos danos provocados pela ação dos radicais livres; com isso retardam o envelhecimento e protegem o organismo de uma série de doenças, entre elas problemas cardiovasculares e o câncer.

Devido a quantidade de fibras solúveis e insolúveis, estimula a formação de uma flora bacteriana saudável, auxiliam no tratamento da disbiose intestinal e da prisão de ventre.

Sugestão de Consumo
Nutricionistas recomendam o consumo diário de 2 a 3 colheres, mas de forma fracionada para evitar problemas intestinais, já que tem muitas fibras. Pode-se misturar a farinha de maçã ao iogurte, vitaminas, massas, saladas, sopas, etc.

COOKIES INTEGRAIS COM FARINHA DE MAÇÃ

Ingredientes
2 ovos
1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
1 xícara (chá) de farinha de maçã
½ xícara (chá) de açúcar demerara
½ xícara (chá) de uva passa
4 colheres (sopa) de óleo de coco
1 colher (chá) de fermento em pó


Modo de Fazer

Em uma tigela misture o óleo de coco, o açúcar e o ovo. Acrescente as farinhas a uva passas, o fermento e misture bem. Em um refratário untado, com o auxílio de duas colheres, molde a massa em formatos de biscoitos redondos. Coloque para assar em forno pré-aquecido a 180º C por aproximadamente 15 minutos ou até dourar. Rendimento: 35 porções. Valor calórico por porção: 40 kcal.
 
Fonte: Mundo Boa Forma

FARINHA DE AMORA: BENEFÍCIOS

MUFFINS DE FRUTAS COM FARINHA DE AMORA

Ingredientes
1 xícara de farinha de aveia ou flocos de amaranto
1 colher (sopa) farinha de amora
1 colher (sopa) de farinha linhaça
2 bananas nanicas amassadas
300 ml de leite desnatado ou leite de soja
2 peras maduras, descascadas e sem caroço, cortadas em cubos

adoçante culinário a gosto
azeite ou margarina para untar


Modo de Fazer

Em uma travessa, coloque a aveia, a farinha de linhaça, a farinha de amora e a banana amassada, misture bem. Em seguida, acrescente  o leite desnatado, aos poucos, mexendo continuadamente, para não empelotar. Cubra essa massa com filme plástico e leve a geladeira de um dia ao outro. No dia seguinte: pré-aqueça o forno a 220º C . Mexa a massa novamente e acrescente a pera e misture bem. Unte as forminhas para muffins ou use as de silicone, que não precisam ser untadas. Coloque a massa gelada nelas e leve ao forno de 20 a 25 minutos até que cresçam e fiquem dourem.

Dica: as bananas podem ser substituídas por 4 ovos inteiros. 


Fonte : Pé na Cozinha.