sexta-feira, 27 de junho de 2014

GELEIA REAL: BENEFÍCIOS

A geleia real é um semi-líquido branco-amarelado, ácido e de odor fenolato, produzido pelas abelhas operárias jovens, utilizada na alimentação da abelha rainha. É um super alimento concentrado, que apresenta todos os nutrientes conhecidos.
Segundo estudos de universidades e laboratórios da Europa, principalmente, a geleia real proporciona resistência contra gripes, resfriados e outras doenças. Em sua composição encontramos 12,34% de proteínas, vitaminas como B1, B2, B6 e B12; minerais como: potássio, magnésio, cálcio, ferro, fósforo, enxofre, cloro, manganês, silício e outros. Contêm ainda enzimas, hormônios, antibiótico, fatores de crescimento e estímulo imunológico e mais uma série de substâncias não identificadas.

Benefícios da Geleia Real
  • Reduz o nível de gordura no sangue e aumenta a fração boa do colesterol sanguíneo, prevenindo a arteriosclerose;
  • Estimula a medula, aumentando sensivelmente o número de glóbulos vermelhos (hemácias) no sangue;
  • Aumenta a resistência à fadiga física e mental, por ser um estimulante biológico com ação energética e regeneradora;
  • Retarda os processos de envelhecimento orgânico em geral e principalmente da pele;
  • Previne e controla as insuficiências alimentares causadas pela deficiência de vitaminas, aminoácidos e sais minerais;
  • Estimula a circulação sanguínea;
  • Reduz os desconfortos do climatério e previne a osteoporose
  • Desacelera o processo de degeneração celular, retardando o envelhecimento;
  • Por sua riqueza em aminoácidos essenciais e vitaminas, a geleia real melhora o metabolismo basal, favorecendo o crescimento de crianças desnutridas ou em estado de anorexia (falta de apetite), apresentando resultados tonificantes surpreendentes;
Indicação de Uso

É recomendada a ingestão diária de 0,5g, medida que equivale ao tamanho de um grão de arroz para os adultos e metade da dose para as crianças. A geleia real deve ser ingerida de preferência em jejum, colocada sob a língua e dada à intolerância do produto ao metal, jamais usar talheres deste tipo. Temos que ficar atento, pois, a geleia real é sensível à temperatura ambiente, e deve ser mantida na temperatura entre 0º C e 5º C.

SUCO ANTI STRESS

Ingredientes
1 copo de água gelada
1 maracujá maduro
1 colher (chá) de ginseng
1 g geleia real
1 colher (café) de pólen
1 colher (sopa) de camomila
1 colher (chá) de levedo de cerveja
1 colher (sopa) de açúcar ou adoçante


Modo de Fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador, coe, acrescentar gelo picado e beba a seguir.

PRÓPOLIS: ANTIBIÓTICO NATURAL

A própolis é uma substância produzida pelas abelhas a partir de substâncias de origem resinosa que estas colhem do pólen e das árvores, sendo posteriormente misturadas com secreções do próprio inseto. Desta mistura, resulta uma substância rica em aminoácidos, vitaminas e bioflavonoides, com um poderoso efeito antioxidante e uma ação antibacteriana e antibiótica.

É usada para vedar e isolar a colmeia do frio, embalsamar insetos ou outras abelhas intrusas. A sua propriedade mais interessante, proveniente da sua resina, reside no fato de eliminar todos os micro-organismos e outros agentes infecciosos que entrem em contacto com a colmeia, mantendo os favos em condições de assepsia.

Benefícios da Própolis

Ação Antibacteriana: a própolis é popularmente conhecida como sendo um antibiótico natural. A grande vantagem de seu uso em relação aos antibióticos comuns é que ela destrói as bactérias nocivas, preservando as benéficas, como é o caso das bactérias da flora intestinal. Alguns estudos apontam que as bactérias não criam resistência à própolis, como acontece com os antibióticos sintéticos, impedindo que estas se tornem mais nocivas, perigosas e resistentes.

Antiviral: é uma poderosa aliada no combate dos vírus do herpes e da gripe. Também previne o aparecimento de constipações, pneumonias, resfriados e doenças do aparelho respiratório. A Universidade Federal de Santa Catarina realizou recentemente um estudo confirmando a ação bronca dilatadora e analgésica da própolis. Concluíram que a própolis pode ser usada tanto na prevenção como no tratamento da gripe, asmas, bronquites e resfriados. Seu uso já é consagrado no tratamento de sinusites, amidalites e rinites.

Antifúngica: sua ação estende-se ainda a fungos, como a Candida albicans, responsável por infecções vaginais, bucais e no sistema digestivo. A própolis também tem ação antimicótica, atuando sobre alguns fungos e leveduras, principalmente micoses e coceiras no corpo, fungo de unha e dermatite seborreia. Nestes casos, utilizam-se xampus à base de própolis, pomadas e extrato de própolis.

Função Imunoestimulante: estudos científicos também apontam o benefício da própolis no fortalecimento do sistema imunológico. O fato de estimular as células imunológicas torna a própolis um potente agente anti-infeccioso. Ela estimula a produção de células produtoras de anticorpos e globulinas, importantes para pacientes com baixa resistência.

Combate Radicais Livres: além de possuir ação antioxidante, que bloqueiam a ação dos radicais livres sobre as células saudáveis, a própolis preserva a ação da vitamina C, um potente antioxidante antienvelhecimento.

Função Cicatrizante e Regeneradora dos Tecidos: a presença de flavonoides e aminoácidos, considerados regeneradores dos tecidos, tornam a própolis eficaz no tratamento de dermatites, feridas, úlceras e queimaduras. Sabe-se que a maioria das úlceras gástricas é causada pelo bacilo Heliobacter pilori, que é altamente sensível à própolis. Isso justifica o seu emprego no tratamento de infecções gástricas.

Alivio de Dores: sua função anestésica faz da própolis um excelente suplemento no combate de amidalites, dores de garganta, dor de dentes, entre outras.

Obs: É importante lembrar que mesmo diante de tantos benefícios apresentados por essa substância natural, faz-se necessário usá-la com moderação e somente quando necessário, segundo especialistas, o uso da própolis tem específicas indicações que devem ser respeitadas.

SUCO DE HORTALIÇAS COM PRÓPOLIS

Ingredientes
2 laranjas
1 limão
1 cenoura
1 beterraba
1 tomate
4 fatias bem finas de gengibre fresco
10 gotas de própolis


Modo de Fazer
Lave bem os vegetais com auxílio de uma escovinha. Em seguida esprema o limão e a laranja e reserve. Pique os demais ingredientes em cubos e bata tudo no liquidificador por cerca de um minuto. Não coe. Misture o suco do limão e da laranja. Tome o suco pela manhã, em jejum.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

PÓLEN: UMA COLHERADA DE SAÚDE

O pólen é uma fonte preciosa de oligominerais com mais de 22 elementos. Os oligo minerais são elementos químicos: titânio, níquel, cobalto, silício, etc., que o organismo humano necessita em pequenas quantidades e que não existem na maioria dos produtos alimentícios e também compostos flavonoides cuja função é prevenir as arterioscleroses, diminuir os níveis de colesterol, aliviar a dor e proteger de radiações. É rico em hormônios vegetais, que se sabe, não tem efeitos colaterais e tem surpreendente faculdade de regular às glândulas endócrinas, e por isso seu uso tem uma ação efetiva especialmente sobre a próstata, prevenindo a prostatite e o câncer de próstata.
Uma das principais qualidades do pólen é a sua contribuição na estabilização do equilíbrio nervoso. Contribui para a regeneração do sangue, especialmente no aumento da taxa de hemoglobina; assim, pode utilizar-se o pólen com bons resultados em casos de anemia, enfraquecimento e excesso de fadiga, esgotamento nervoso e depressão.

O pólen exerce ação reguladora das funções intestinais, especialmente para pessoas com intestino preguiçoso, pois regula a flora intestinal. É também indicado para problemas de obesidade por ser um poderoso complemento alimentar proteico, diminuindo a vontade de ingestão de carne.

Todos os produtos das abelhas, quando corretamente utilizados, possuem efeitos benéficos para a saúde humana e são uma dádiva da natureza. Contudo, devem sempre ser usados como complemento e manutenção da saúde.

RECEITA I

MEL: TIPOS E BENEFÍCIOS

Mel é um líquido viscoso e açucarado produzido pelas abelhas a partir do néctar recolhido de flores e processado pelas enzimas digestivas desses insetos, sendo armazenado em favos em suas colmeias para servir-lhes de alimento durante o inverno.

Existem dezenas de variedades de mel dependendo da floração, dos terrenos de obtenção e ainda da espécie de abelha produtora. Dessa forma variam em cor, aroma e sabor. Diferenciam-se na cor, indo do branco incolor, amarelo ao castanho principalmente. No que diz respeito ao néctar, pode provir de uma única flor (mel mono floral) ou de várias (mel plurifloral). Certamente não há mel rigorosamente monofloral, entretanto a presença de outro néctar em pequena quantidade não influi apreciavelmente no seu aroma, cor e sabor.

A cristalização do mel (chamada popularmente de mel "açucarado") é uma garantia da pureza do mesmo, podendo ser utilizado desse modo sem perda de nenhum de seus benefícios. Caso não queira consumi-lo assim, coloque em banho-maria até a temperatura de 40º C.

Além de ser utilizado como adoçante, o mel sempre foi reconhecido devido às suas propriedades terapêuticas. De um modo geral, o mel é constituído, na sua maior parte (cerca de 75%) por açúcares simples (glicose e frutose). O mel é também composto por água (cerca de 20%), por minerais (cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio, entre outros), por cerca de metade dos aminoácidos existentes, por ácidos orgânicos (ácido acético, ácido cítrico, entre outros) e por vitaminas do complexo B, por vitamina C, D e E. O mel possui ainda um teor considerável de antioxidantes (flavonoides e fenólicos). Devido ao seu teor de açúcares simples, de assimilação rápida, o mel é altamente calórico (cerca de 3,4 kcal/g), pelo que é útil como fonte de energia.

Tipos de Mel

Mel Silvestre - Este tipo é o mais comum, ele é produzido em locais onde não há predominância de uma determinada planta. É utilizado como desintoxicante, para repor sais minerais, combater a fraqueza e o cansaço.

Mel de Laranjeira - Este tipo de mel é o menos conhecido, mas o que possui o sabor mais suave e coloração bem clara. É utilizado como calmante e revitalizador da flora intestinal.

Mel de Eucalipto - Este mel é produzido onde predomina as plantações de eucalipto. Ele é escuro, e tem um sabor forte. Este tipo é utilizado como expectorante, no combate a bronquite, gripes e resfriados e inflamações Bronco-Pulmonares.

Mel de Bracatinga – Este mel também é conhecido como Mel de Melato e é produzido de dois em dois anos. É um mel amargoso de cristalização pastosa, coloração parda, com aroma e sabor característico, não sendo muito agradável ao paladar, mas considerado como o mel mais forte, nutritivo e medicinal que se tem notícia.

Benefícios do Mel
  • Auxilia no controle de doenças cardiovasculares
  • Reforça o sistema imunológico
  • Regula a pressão sanguínea
  • Prevenindo a formação de gordura no fígado
  • Ajuda a eliminar as toxinas e favorece a digestão
  • Revigorante para pessoas cansadas e nervosas
  • Eficaz no combate tratamento e de problemas respiratórios e pulmonares tais como: gripe, resfriado e pneumonia
  • Ativa as funções do cálcio e do fósforo nos ossos, dentes e unhas
  • Tonifica e rejuvenesce a pele e os músculos

Obs: Crianças menores de um ano não devem consumir mel, porque não tem a flora intestinal e o sistema imunológico totalmente desenvolvido e o mel possui esporos da bactéria que causa o botulismo.

PÃO DE MEL TRUFADO

Ingredientes
Massa
500g de açúcar mascavo
2 xícaras (chá) de água
4 ovos (claras separadas),
4 e 1/2  xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de canela em pó
1/2 colher (chá) de cravo em pó
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de mel
1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio


Trufa
500g de chocolate para cobertura ao leite picado
1 xícara (chá) de creme de leite


Cobertura

700g de chocolate para cobertura ao leite picado


Modo de Fazer

Massa: Em uma panela coloque o açúcar mascavo, a água e leve ao fogo até o açúcar se dissolver totalmente e levantar fervura. Deixe esfriar. Misture as gemas, a farinha de trigo, a canela, o cravo, o chocolate, o leite e o mel. Bata as claras em neve e incorpore na massa. Adicione o bicarbonato e coloque em uma assadeira média, untada e enfarinhada. Asse no forno preaquecido a 200ºC durante 30 minutos ou até ficar firme. Deixe amornar e desenforme.

Trufa: Derreta o chocolate de acordo com as instruções da embalagem e misture o creme de leite. Deixe esfriar.

Cobertura: Derreta o chocolate de acordo com as instruções da embalagem.

Montagem: Corte o bolo ao meio, recheie e corte em quadrados. Banhe-os no chocolate derretido, coloque-os sobre uma placa forrada de papel manteiga até secar. Para vender ou presentear, embale-os com papel celofane e dê um laço com fita de cetim.

PICANHA COM MEL, GENGIBRE E ANÉIS DE CEBOLA

Ingredientes
1 peça de picanha de 1,5Kg
2 xícaras (chá) de caldo de picanha
3 colheres (sopa) de mel
1/2 xícara (chá) de conhaque
2 colheres (sopa) de gengibre ralado
3 dentes de alho amassados
1 cebola ralada
 pimenta a gosto


Molho

molho que se formou na assadeira
1 colher (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de caldo de carne


Anéis de Cebola

2 cebolas grandes cortadas em rodelas de 1cm
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1/4 de xícara (chá) de amido de milho
1 ovo
 sal a gosto
.3/4 de xícara (chá) de cerveja gelada
óleo para fritar


Modo de Fazer

Em uma tigela, misture o caldo de picanha, o mel, o conhaque, o gengibre, o alho, a cebola e a pimenta.  Coloque a carne em uma travessa, tempere com a mistura, cubra com filme plástico e deixe na geladeira por 30 minutos. Transfira a carne para uma assadeira, por cima despeje o tempero, cubra com papel alumínio e asse no forno pré-aquecido a 220ºC durante 1 hora e 40 minutos. Vire a carne de vez em quando para assar bem.

Para o molho: em uma panela, coloque o molho que se formou na assadeira, a manteiga e o caldo de carne. Deixe ferver e retire do fogo.

Para os anéis de cebola: em uma tigela, misture a farinha de trigo, o amido de milho, o ovo, o sal e a cerveja. Envolva as rodelas de cebola nessa massa e frite no óleo quente até dourar. Sirva a carne com o molho e os anéis de cebola.

Dica: substitua o amido de milho por fécula de batata.