sexta-feira, 30 de março de 2012

AZEITE DE OLIVA E SEUS BENEFÍCIOS

O azeite de oliva tem propriedades e vitaminas que podem prevenir doenças e melhorar a pele. Entretanto, nada de exagerar no consumo: o azeite é bem calórico (cerca de 90 calorias por colher de sopa).

O  ideal é consumir aproximadamente 30 g de azeite por dia. "É indicado inserir no prato uma colher de sobremesa de azeite no almoço e outra colher no jantar".

O azeite de oliva tem diferentes níveis de acidez e quanto menor for o índice, melhor é para a saúde. Por isso o mais indicado é o extravirgem. Nesta opção, o azeite contém diferentes vitaminas (A, D, K e E) e é até capaz de prevenir o câncer.

Benefícios do Azeite de Oliva

1 - Ação antioxidante
O azeite de oliva tem ação antioxidante por conter vitaminas poderosas que dão uma força para manter a pele longe das rugas. Os antioxidante contidos no azeite são tão fortes que as árvores oliveiras são capazes de regenerar e autoproteger seus galhos e frutos. Além disso, a opção também tem propriedades antiinflamatórias e é indicado como um hidratante facial para quem tem a pele seca. A dica também é válida para quem tem os lábios rachados.

2 - Protege o coração e cérebroO azeite consegue reduzir a formação de placas ateromatosas (compostas por lipídeos e tecido fibroso), que são responsáveis por entupir os vasos sanguíneos e artérias. A opção também é rica em vitamina E, protegendo de câncer e doenças cardíacas, como o infarto. Além disso, já foi comprovado pelos pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, na França, que a opção também ajuda a prevenir derrames.

3 - Fortalece as unhasAs vitaminas contidas no azeite ajudam a hidratar e fortalecer as unhas. A dica vale para quem tem unhas escamadas, manchadas, quebradiças, ou para quem vive trocando de esmaltes (que também pode enfraquecer as unhas).  Com um algodão, aplique o azeite nas unhas depois da limpeza, hidratação e antes de aplicar o esmalte, assim as unhas ficarão fortes e hidratadas para receber o cosmético.

4 - Reduz o mau colesterol
O azeite é um dos principais alimentos ricos em gorduras monoinsaturadas , que ajudam a conter o mau colesterol (LDL - Lipoproteína de Baixa Densidade). O consumo em excesso não é recomendado, mas se ingerido moderadamente é capaz até de reduzir as taxas do colesterol ruim e aumentar as taxas do colesterol bom.

5 - Efeito analgésicoDe acordo com a pesquisa realizada no instituto científico Monell Chemical Senses Centre, da Filadélfia, o azeite pode substituir os analgésico: 50 g de azeite equivale a um décimo de uma dose de analgésico ibubrofeno, tornando esse óleo um anti-inflamatório.

6 - Hidrata os cabelos
Por ser um hidratante natural, o azeite pode ser usado como uma opção para dar mais vida aos cabelos. O truque é ideal para quem vive com os cabelos no cloro da piscina, ou pegou um dia de sol forte na praia e mar. Aplique o produto em temperatura morna nos cabelos e envolva os fios com uma toalha aquecida ou toca térmica. Deixe agir por 15 minutos e lave os cabelos normalmente. Pode apostar na aplicação mensalmente.

7 - Protege contra a osteoporoseDe acordo com estudos realizados na Universidade de Córdoba, na Espanha, o azeite contém uma substância chamada oleuropeína, antiinflamatório que tem os mesmos efeitos do cálcio no organismo. Ou seja, consumir moderadamente ajuda a prevenir a osteoporose.

AZEITE AROMÁTICO

Ingredientes
250 ml óleo de linhaça
100 ml azeite de oliva
1 anis estrelado
1 cardamomo
7 pimentas-rosa
7 sementes de coentro
1 colher (café) de sálvia seca
1 colher (café) de alecrim seco
1 pitada de flor de sal
1 pitada de alho seco
1 canela em pau
3 cravos

Modo de Fazer
Misture todos os ingredientes e armazene em um vidro. Deixe adquirir sabor e aroma por pelo menos 24 horas. Com o tempo, ficará mais saboroso. Utilize para temperar saladas ou em pratos quentes.

CHIA : A ENERGIA QUE DA VIDA


A Chia (Salvia hispânica) planta nativa da Guatemala, das regiões central e austral mexicanas e da Colômbia, foi um alimento muito popular entre incas, maias, astecas e outros povos pré-colombianos. Atualmente vem ganhando espaço e tem se tornado muito popular no Brasil.

Características da Chia

O sucesso da semente de Chia está relacionado aos nutrientes que a compõem, indispensáveis para o bom funcionamento do organismo.
  • Ômega 3: A semente da Chia possui teor mais elevado de ômega 3 do que o encontrado em outras sementes. Contém mais ômega 3 que o salmão ou a linhaça, o qual ajuda a regular a pressão arterial e a reduzir as taxas de colesterol e triglicérides, e também, no tratamento e prevenção da depressão, ansiedade e agressividade.
  • Cálcio: Contém seis vezes mais cálcio que o leite de vaca, sendo uma excelente opção para aqueles que apresentam osteopenia e osteoporose e para crianças e gestantes, pois auxilia na formação da massa óssea. Recentemente foi descoberto, que o cálcio também ajuda a queimar gordura do organismo.
  • Magnésio: Contém quinze vezes mais magnésio do que os brócolis. O magnésio reduz a incidência da síndrome metabólica, condição que inclui o acúmulo de gordura abdominal.
  • Manganês e Fósforo: 100 gramas de Chia contêm 108% do manganês e 95% do fósforo demandados por um adulto numa dieta de 2.000 calorias/dia. 
  • Potássio: Possui 2 vezes mais potássio que a banana. É essencial para a contração muscular e desempenha um papel importante nas atividades físicas melhorando o ritmo de bombeamento do coração e movimento do corpo.
  • Proteínas: 5% da composição da Chia é protéica. As proteínas são os nutrientes que o corpo utiliza para gerar energia, sendo essencial para formação dos músculos. Apenas 28 gramas da semente fornecem 9% da proteína que um adulto demanda, em média.
  • Fibras: sementes da Chia são mucilaginosas, ou seja, ricas em fibras (38 gramas fibras a cada 100g de chia) que ao entrarem em contato com a água, formam um gel no estômago. Diante dessa reação, a digestão torna-se mais lenta, a sensação de saciedade intensifica-se, a ingestão de alimentos passa a ser menor e consequentemente, ocorre à perda de peso. A mucilagem também favorece o trânsito intestinal e ajuda a eliminar as toxinas do organismo. As fibras também ajudam na redução da glicose, pois diminuem a velocidade com que o açúcar é absorvido no organismo, prevenindo o diabetes.
  • Antioxidantes: a presença de flavonóides e, em menor quantidade, os ácidos cafeico e clorogênico provêm à Chia de efeito antioxidante comparável  somente aos antioxidante sintéticos (comerciais). Os antioxidantes são capazes de bloquear o efeito prejudicial dos radicais livres que danificam as células levando desde envelhecimento precoce até doenças como câncer. Pelos altos índices de antioxidantes, as sementes de chia ajudam na prevenção e redução do tamanho do tumor e no número de metástases.
  • Hidrofílicas: As sementes de Chia absorvem até 12 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado sendo muito benéficas para desportistas.
Sugestão de Consumo
Para emagrecer: tomar 1 colher (sopa) de Chia, 30 a 40 minutos antes do almoço e antes do jantar, com água/suco ou colocar 1 colher (sopa) de Chia em 150 ml de água/suco, mexer e deixar repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso e tomar 30 a 40 minutos antes do almoço e antes do jantar.
Suplemento alimentar: acrescente 1 colher (café) de semente de Chia as principais refeições.
Dicas
  • No caso de azia e refluxo gastro esofágico, colocar 1 colher (chá) de sementes de Chia num pouco de água, mexer e beber de imediato. Aguardar uns minutos e depois beber 1 copo cheio de água. Isso ajuda a absorver o excesso de ácido;
  • Como as sementes de Chia conseguem absorver várias vezes o seu peso de água formando uma espécie de gelatina, são ótimas como substituto do ovo.
  • Guardar a semente de Chia em um pote de vidro, na da geladeira. 

MOUSSE DE MORANGO E CHIA


Ingredientes
1 pote de iogurte natural
100ml de leite integral
10 morangos
2 colheres (sopa) de leite condensado
2 colheres (sopa) de semente de Chia


Modo de Fazer
Hidrate as sementes de chia no leite por meia hora. Bata no liquidificador o iogurte, os morangos, o leite condensado. Acrescente a semente de Chia hidratada no leite ao restante da preparação. Coloque em  taças e leve a geladeira.

quinta-feira, 29 de março de 2012

LECITINA DE SOJA

A Lecitina é um complexo de fosfolipídios naturais isolados de soja. É constituída basicamente por vários nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo humano. como: fósforo e potássio, colina (vitamina B), vitamina E e ácidos graxos essenciais conhecidos como ômega 6 e ômega 3 presentes na relação ideal para o corpo humano (1 parte de ômega 3 para 10 partes de ômega 6).
 
Benefícios da Lecitina de Soja

• Reduz os níveis de colesterol alto, especialmente o “colesterol mau” (LDL), e aumentar por sua vez o “bom colesterol” (HDL)

• Melhora as capacidades cognitivas diversas como a aprendizagem, a memória e a concentração, devido à presença da fosfatidilcolina, que eleva a concentração de acetilcolina no cérebro.

• Evita o acúmulo de gorduras no fígado, favorecendo a absorção e a utilização da vitamina A e do caroteno, aumentando o nível de tal vitamina no sangue.

• Melhora a absorção das vitaminas lipossolúveis, ou seja, as vitaminas E, D e K

• Ajuda a regenerar e reviver as células cerebrais “preguisosas”

• É capaz de manter a elasticidade da pele e favorece a hidratação da mesma

• Diminui os requerimentos de insulina ao favorecer a absorção e o metabolismo dos açúcares e dos amidos no pâncreas

• Aumenta o fornecimento de gamaglobulina à corrente sanguínea e isto favorece a imunidade contra as bactérias infecciosas

• Diminui a fadiga e o cansaço, devido à presença do fósforo

• Auxilia na fragmentação da gordura, aumentando a eficiência da digestão devido ao seu poder emulsificante

• Corrige as diferenças de colina e outros agentes lipotrópicos que possam causar á degeneração hemorrágicas dos rins

• É útil no tratamento de problemas da pele como: psoríase, pele seca, eczema, esclerodermia, atrofia senil da pele, seborréia, acne e a formação de quelóides causada pela absorção de gorduras.

A Lecitina pode ser encontrada na forma líquida, granulada ou pó e possui nutrientes essenciais que trazem muitos benefícios á saúde, contribuindo para a cura e prevenção de várias doenças. Lembre-se que a Lecitina não é um medicamento e sim um complemento alimentar e sua ingestão deve sempre ser acompanhada de uma alimentação saudável e atividade física.

É bom saber: A lecitina granulada ou pó possuem em torno de 50% mais colina do que a lecitina líquida, sem maiores diferenças em relação aos outros compostos.

ROSCA DE FRUTAS


Ingredientes
3 ½ xícaras de farinha branca
½ xícara de semolina

6 colheres (sopa) de óleo
1 colher (sopa) de mel
1 colher (chá) de erva doce
¾ xícara de frutas cristalizadas
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de lecitina de soja emulsão
4 colheres (sopa) adoçante culinário 
1 colher (sopa) de fermento biológico
leite de soja para dar ponto

Modo de Fazer
Misture todos os ingredientes secos, menos a farinha. Acrescente o óleo, a lecitina, o mel, mexa e adicione aos poucos o leite até dar ponto grudento, para ficar macio. Amasse por 5 minutos, acrescente aos poucos a farinha e amasse bem até fica uma massa homogênea e macia. Corte, faça as roscas, bolinhas ou o formato que desejar e deixe crescer na assadeira untada com óleo. Leve ao forno pré-aquecido para assar

quarta-feira, 28 de março de 2012

ANIS ESTRELADO

Sua origem é tida como chinesa. Lord Cavendish foi o primeiro a conhecê-la na China, no século XIX, e quem o introduziu na Europa.

O anis-estrelado é uma árvore que pode chegar a até 10 metros de altura produzindo pequenas flores amarelas. Suas folhas são largas e de verde muito intenso, e o que mais caracteriza esta planta são seus frutos na forma de estrela, sendo que no interior de cada “ponta” existe uma semente. Esta árvore pode produzir até 4.000 frutos por colheita, de coloração marrom e aroma característico.

O anis-estrelado não é cultivado em nosso território, sendo importado principalmente da Europa.  Atualmente, esta planta tem sido alvo de um enorme interesse econômico e científico. A sua utilização como matéria-prima do famoso anti-viral Tamiflu, utilizado para combater o vírus da gripe H1N1 fez com que o seu preço disparasse

A sua utilização medicinal, porém, remonta há séculos, na etnomedicina tem sido utilizado para tratar problemas de falta de apetite, dispepsias hiposecretoras, gastrites, enterites, flatulência, espasmos gastrointestinais, tosse, bronquite e dores de cabeça. Topicamente é usado em micoses.

CREME DE ANIS ESTRELADO

Ingredientes
2 xícaras (chá) de creme de leite fresco
5 anises-estrelados quebrados
2 xícara (chá) de açúcar
3 ovos
2 colheres (sopa) de amido de milho

Calda
2 xícaras (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de água de água

Modo de Fazer
Numa panela, junte o creme de leite e o anis e leve ao fogo médio até começar a ferver. Passe por uma peneira e volte o creme de leite à panela. Descarte o anis. À parte, misture o açúcar com os ovos e o amido. Adicione essa mistura ao creme de leite, mexa bem e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até engrossar. Retire do fogo, coloque em um pirex e deixe esfriar. Leve à geladeira por duas horas. Para a calda: numa panela, coloque o açúcar e a água e leve ao fogo até caramelizar. Sirva sobre o creme.

MOLHO DE ANIS E LIMÃO TAITI

Ingredientes
500ml de leite
300ml de creme de leite
1 colher (sopa) de manteiga
4 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 anis estrelado
1 semente de cardamomo
1 cravo em flor
1 canela pequena
suco de 4 limões taiti
queijo ralado à parte

Modo de Fazer
Leve ao fogo baixo uma panela funda, coloque a manteiga e deixe derreter. Em seguida adicione as especiarias, a farinha e misture com um fue até a misture ficar homogênea e a farinha cozinhar, sem queimar. Acrescente o leite em temperatura ambiente e aumente o fogo. Misture com o fue no sentido infinito, de vez em quando. Quando ferver, abaixe o fogo e continue mexendo de vem em quando até a mistura ficar encorpada e mais densa. Adicione o creme de leite e deixe por mais um tempo, em fogo médio, até a misture ficar incorporada. Acrescente então o suco de limão e deixe ferver por alguns minutos para equilibrar o sabor ácido. 
Misture na massa de sua preferência e acompanhe com o queijo ralado ou utilize o molho para gratinar frango, filé de peixe ou crepes.
Dica: Se preferir cozinhe a massa em água e cúrcuma em pó.

EQUINÁCEA

A Equinácea é uma planta nativa da América do Norte e um dos fitoterápicos mais conhecidos e utilizados na Europa e Estados Unidos na prevenção de gripes e resfriados. É a planta imunoestimulante mais pesquisada no mundo. Os índios americanos foram os primeiros a utilizar esta planta. Tornou-se conhecida pelos botânicos europeus em 1690.

Propriedades da Equinácea

Imunoestimulante: aumenta os mecanismos de defesa, por uma estimulação geral não específica, tanto da imunidade humoral (maior produção de anticorpos), como da imunidade celular (fagocitose: destruição dos microorganismos pelos leucócitos). Produz um aumento do número de leucócitos (glóbulos brancos) no sangue.

Antiinflamatória: impede a progressão das infecções, por inibição da enzima hialuronidase, produzida por muitas espécies de bactérias; favorece a formação do tecido de granulação, responsável pela cura das feridas; estimula a reprodução dos fibroblastos, células fundamentais do tecido conjuntivo responsáveis pela regeneração dos tecidos e pela formação das cicatrizes.

Antitóxica: estimula os processos de desintoxicação no fígado e nos rins, mediante os quais se neutralizam as substâncias tóxicas ou estranhas que circulam pelo sangue.

Atenção! Não é aconselhado tomar fitoterápicos à base de Equinácea por mais de 8 semanas, pois existe um risco de efeito contrário, isto é, uma fragilização das defesas imunológicas.

segunda-feira, 26 de março de 2012

AGAR AGAR

De origem asiática, o agar agar foi consumido durante séculos como elemento básico nas dietas tradicionais de numerosos povos. A designação agar agar provém do idioma malaio, onde agar significa gelatina e, como é tradição nas culturas da polinésia, repete-se duas vezes para dar ênfase, sendo a tradução gelatina-gelatina ou pura gelatina.

No Japão é conhecido como Kanten, que significa céu-frio, em alusão ao antigo método artesanal de congelamento-descongelamento natural. Os distintos tipos de algas dos quais é possível obter-se o agar agar dão lugar a produtos com diferentes características.


O agar agar forma uma gelatina vegetal transparente, muito rica em fibra solúvel (94,8%) e minerais, ideal para espessar e gelificar alimentos sem alterar ou adicionar qualquer sabor. É muito versátil e permite criar  diferentes géis, espumas e texturas.


Por se tratar de um aditivo natural extraído de algas marinhas, o agar dá origem a gelatinas vegetais cujo poder de gelificação é dez vezes superior às gelatinas de origem animal.


Constitui um complemento ideal para  dietas de emagrecimento. Previne o excesso de peso porque não contém calorias ao mesmo tempo em que apresenta um alto poder de saciedade, além de incluir 94,8% de fibra que permite a regulação do trânsito intestinal e a regeneração das paredes intestinais. Por último diminui a absorção de gorduras e colesterol. O agar está reconhecido pela FDA (United States of America Food and Drug Administration) como produto GRAS (Generally Recognized as Safe).


Além de todos os seus benefícios, é especialmente útil para vegetarianos, podendo ser aplicado em uma diversidade de preparações e pratos, como gelatinas, geléias, mousses, cremes, coberturas, recheios, iogurtes, marmeladas, etc.


Fonte: FIB

GELATINA DE FRUTAS COM AGAR AGAR

Ingredientes
3 xícaras (chá) de água
½ xícara (chá) de groselha ou suco de frutas
1 copo de iogurte natural
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de agar agar
2 xícaras (chá) de frutas picadas

Modo de Fazer
Em uma panela, coloque a água, o açúcar e leve ao fogo. Quando estiver fervendo adicione o agar agar e deixe cozinhar por 10 minutos. Acrescente as frutas e deixe no fogo por mais 3 minutos. Deixe esfriar um pouco e adicione a groselha batida com o iogurte. Coloque em uma forma levemente molhada. Depois de frio, vire sobre um prato de pudim.

sábado, 24 de março de 2012

CHÁ DE OLIVEIRA

As Oliveiras também conhecidas como “Árvore da Vida”, são árvores baixas de tronco retorcido nativas da parte oriental do Mar Mediterrâneo e nos presenteiam com suas folhas, com a quais podemos fazer um poderoso chá com inúmeros benefícios para a saúde.
A folha de oliveira é rica em vitaminas como B1, B2, B3, B6, vitamina A, vitamina E, tocoferóis, luteína e zeaxantina e minerais como: potássio, magnésio, manganês, fósforo, selênio, cobre e zinco. Seu poder antioxidante é 300 vezes superior ao chá verde.

Benefícios do Chá de Oliveira
  • Fortalece o sistema imunológico: o chá das folhas de oliveira aumenta a imunidade do organismo. Ela garante boa saúde, reforçando o sistema imunológico, prevenindo assim, doenças, infecções bacterianas ou virais.
  • Circulação sanguínea e pressão arterial: o chá de oliveira é muito benéfico para a circulação sanguínea, ajudando no equilíbrio da pressão arterial, mantendo as artérias saudáveis e o ritmo cardíaco normal, protegendo-os contra os radicais livres e doenças cardiovasculares.
  • Protege a flora intestinal: o consumo regular do chá de oliveira ajuda no controle de patógenos. Os poderosos antioxidantes do chá ajudam a proteger o organismo contra a invasão de uma grande variedade de vírus, bactérias, fungos e parasitas sem prejudicar as bactérias benéficas, protegendo assim vários órgãos do trato urinário e digestivo.
  • Ajuda a reduzir o peso e o colesterol: pesquisas comprovaram a eficácia do chá de oliveira para emagrecer, graças aos seus efeitos anti inflamatórios e antioxidantes. Também ajuda a reduzir o colesterol total e ruim (HDL)
  • Laxante leve e diurético: por ter um efeito laxante bem leve, o chá de oliveira também ajuda a evitar constipações e seu efeito diurético mantém saudável os órgãos do aparelho urinário, como bexiga e rins. Também ajuda a eliminar cálculos renais.
  • Combate os radicais livres e a acne: a ingestão regular do chá de oliveira ajuda a limpar a pele, de dentro para fora, graças aos seus poderosos antioxidantes. O chá também ajuda a combater os radicais livres e a prevenir as rugas, mantendo a pele saudável e jovem.
  • Dá energia e disposição: o consumo regular do chá de oliveira aumenta nossas reservas de energia com a grande vantagem de não conter cafeína e outros tipos de estimulantes.
  • Propriedades anti sépticas e adstringentes: compressas de chá das folhas de oliveira aplicados diretamente na pele, também podem ajudar a cicatrizar feridas ou aliviar vermelhidões e queimaduras, assim como ajudar no tratamento de hemorróidas, furúnculos e acne.
Preparo e Consumo
Ferver um litro de água e quando estiver aparecendo bolhinhas, pouco antes de levantar fervura, acrescente um punhado de folhas secas de oliveira. Deixe ferver por 3 minutos, desligue o fogo, tampe e deixe esfriar até que fique morno. Beba de 5 a 6 xícaras ao longo do dia, sem açúcar ou adoçante . Faça o suficiente para ser tomado no dia e não guarde as sobras para o dia seguinte. Quanto mais fresco o chá, melhor os seus benefícios.

CHÁ VERDE

Muito popular entre as civilizações orientais, nomeadamente a China e o Japão, o chá verde  é obtido originalmente da folha do arbusto Camellia sinensis. No Brasil o arbusto é cultivado principalmente na região do Vale do Ribeira, no Estado de São Paulo.
O poder do chá verde está em sua composição. Ele contém altas concentrações de antioxidantes como as catequinas, os carotenóides e os flavonóides, estimulantes como à cafeína, minerais: potássio, sódio, manganês, flúor, entre outros, ácido fólico, vitaminas C, K, B1 e B2, além da teofelina, que é um potente vasodilatador

Benefícios do Chá Verde 
  • Diminui as taxas de colesterol
  • Ajuda a controlar a pressão arterial
  • Ativa o sistema imunológico
  • Diminui o risco de artrose, aterosclerose e outras doenças degenerativas.
  • Ajuda a reduzir o peso e a percentagem de massa gorda corporal
  • Auxilia na prevenção de doenças cardíacas e circulatórias
  • Ajuda a neutralizar os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento celular precoce devido à presença dos polifenóis (antioxidantes)
  • Melhora os processos cognitivos e pode mesmo atrasar doenças neuro-degenerativas como o Mal de Alzheimer
  • Diminui risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como de pele, pulmão, ovário e próstata, devido à presença em grande quantidade de bioflavonóides e catequinas, substâncias que bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores.
  • Ajuda a melhorar a densidade óssea
  • Reduz o risco de pedra nos rins
  • Previne cáries e ajuda a combater infecção na garganta quando utilizado em bochechos e gargarejos
  • Ajuda no tratamento da halitose (mau hálito)
  • Indicado para a limpeza de peles oleosas por ser rico em tanino, substância com propriedades anti-séptica e adstringente.
Preparo e Consumo do Chá Verde

O chá verde deve ser preparado com água quente, mas sem ferver e o tempo de infusão não deverá ultrapassar os 3 minutos. Se estas duas condições não forem observadas as folhas ficarão cozidas e o chá terá um sabor amargo. Utilize a proporção de 1 colher (sopa) de chá verde para 1 litro de água.
O ideal é consumir o chá verde em pequenas doses de 50 ml (copinho de café) ao longo do dia. O consumo em excesso e o chá muito concentrado podem levar a gastrite, devido à cafeína.