quarta-feira, 31 de agosto de 2011

CHIA : SÁLVIA HISPÂNICA

As sementes de Chia são originárias da planta do deserto Salvia Hispanica, no sul do México. Tem forma oval, com 2mm de comprimento e cores cinzentas, castanhas, pretas e brancas. Atualmente a Chia é cultivada para fins comerciais no México, Argentina, Bolívia, Peru e Colômbia. A Chia é considerada um dos alimentos mais poderosos, funcionais e nutricionais do mundo.
 
Características da Chia
  • Cerca de 19 a 23% do seu peso é proteína completa, contém todos os aminoácidos essenciais em equilíbrio perfeito.
  • 60% do seu óleo é Ômega 3 e 40 % Ômega 6.
  • Contém: 6 vezes mais cálcio que o leite; 3 vezes mais ferro que o espinafre; 15 vezes mais magnésio do que o brócolos; 2 vezes mais potássio que a banana e 3 vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.
  • 100 % natural, sem glútem e não OGM (Organismo Modificado Geneticamente).
Benefícios da Chia
  • As sementes de Chia são o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome por aumentarem o seu volume evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos e além  disso,  limpam o corpo das toxinas dos intestinos.
  • Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de diabetes do tipo 2.
  • Ajuda a regular o trânsito intestinal, previne divertículo (diverticulose), pois sua fibra solúvel hidrata o cólon e facilita o movimento peristáltico.
  • Ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicerídeos.
  • São também muito benéficas para os esportistas, pois por serem hidrofílicas, e absorverem até 10 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado.
  • No caso de refluxo gastro esofágico, ajudam a absorver o excesso de ácido.
Sugestão de Consumo
A semente de Chia pode ser adicionada a sucos, vitaminas, iogurtes, saladas, cereais, sopa, etc. Pode ainda ser moída e adicionada na farinha para fazer pão e massas em geral;
 
Também pode ser usada como bebida fresca, colocando 2 colheres (chá) de sementes de chia em 250 ml de água, mexendo e deixando repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso.

MOUSSE DE CHIA

Ingredientes
200 ml de leite desnatado
180 ml de água
3 colheres (sopa) de mel
3 colheres (sopa) de sementes de Chia
200 g de ricota fresca
24 g de gelatina sem sabor



Modo de Fazer
Coloque as sementes de Chia para hidratar na água durante 30 minutos. Aqueça bem o leite com o mel e em seguida acrescente a gelatina, mexa até dissolver. Leve essa mistura ao liquidificador e bata com a ricota. Em uma tigela acrescente a mistura e as sementes de Chia hidratadas, mexa bem. Em uma forma de pudim, alterne camadas de mousse de Chia e gelatina de sua preferência com pedaços de frutas. Para obter camadas bem distintas, deixe intervalos de 30 minutos na geladeira, entre uma camada e outra.

ALMÔNDEGAS COM SEMENTE DE CHIA

Ingredientes
1 kg de patinho moído
1 cebola bem picada
1 ovo
3 colheres de sopa de semente de Chia
1 colher de sopa de shoyu light



Modo de Fazer 
Misture todos os ingredientes, menos a chia. Acrescente a semente de Chia aos poucos, até dar consistência necessária para formar as bolinhas. Leve as almôndegas ao forno pré-aquecido e vire de vez em quando, até estarem cozidas. Sirva com molho de tomates frescos.

AÇAÍ: BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE

O Açaí, fruto natural da região norte do Brasil, contém ferro, potássio, proteínas, vitaminas B1, B2, A, E, cálcio, carboidratos, lipídios, fibras, sais minerais, Omega 6 e Omega 9, além de ser  uma rica fonte de antocianinas, antioxidantes derivados da cor roxa e muito importantes para o corpo humano por trazer efeitos já comprovadamente fitoterapêuticos. 

Benefícios do Açaí
  • Inibe a formação dos radicais livres prevenindo o envelhecimento precoce.
  • Ajuda no combate ao colesterol (aumenta o HDL - Bom Colesterol e Baixa o LDL - Colesterol Ruim) diminuindo o risco de doenças cardiovasculares e de arteriosclerose.
  • Favorece o trânsito intestinal devido a grande quantidade de fibras.
  • Fortalece os ossos e vita as cãibras devido a presença de cálcio e potássio.
  • Auxilia na prevenção do câncer de próstata, bem como estimula a destruição das células cancerosas da leucemia.
  • Contém 33 vezes mas antocianinas (antioxidante) que a uva.
  • Auxilia na oxigenação das células do sangue, no fortalecimento muscular e evita a anemia, pois é um dos alimentos mais ricos em ferro.
  • Energético natural capaz de reforçar a saúde física e mental.
  • Contém proteínas fundamentais na recuperação e construção muscular, com teor superior ao leite (3,50%) e ao ovo (12,49%).

Por ser uma fruta tão completa, parece que o Açaí foi encomendado pela geração saúde e desenvolvido em laboratório por nutricionistas.

AÇAÍ FROZEN

Ingredientes
100g de Açaí em Pó.
2 xícaras (café) de água de coco
1 xícara (café) de xarope de guaraná .
Uma banana ou outra fruta


Modo de Fazer
Bata todos os ingredientes em liquidificador, coloque em uma tigela e leve ao freezer por cerca de 2 horas. Sirva com granola à gosto. 

terça-feira, 30 de agosto de 2011

PSYLLIUM E SEUS BENEFÍCIOS

 
O Psyllium é uma fibra solúvel extraída de uma planta ( Plantago psyllium, Plantago areana ou Plantago ovata), com flores brancas agrupadas em espigas na ponta de pequenas hastes. Cresce nos solos áridos e arenosos do Mediterâneo.
 
Benefícios do Pysillium

O Psyllium por ser rico em fibra do tipo solúvel possui uma enorme capacidade de reter água, a qual proporciona a formação de um gel viscoso, capaz de ligar-se a moléculas de proteínas e carboidratos simples (açúcares), aumentando o volume fecal, que por sua vez aumenta o lúmen intestinal.

O Psyllium também foi estudado em relação aos seus efeitos sobre a saciedade em dietas de baixa caloria. No estudo verificou-se que pelo fato de ocorrer um aumento na viscosidade do alimento quando em contato com as fibras solúveis do Psyllium, reduz-se conseqüentemente a interação entre os nutrientes dos alimentos e as enzimas digestivas, bem como, ocorre um retardamento na absorção de alguns substratos energéticos pelo intestino.

Outro importante efeito do Psyllium, refere-se a capacidade laxativa, uma vez que ele facilita a propulsão do cólon, bem como permite que as fezes tornem-se mais úmidas do que com outras fibras. Um estudo verificou que o gel do Psyllium escapa da fermentação microbiana ao contrário do que ocorre com outras fibras viscosas.

O efeito do Psyllium sobre às doenças crônico-degenerativas, foi analisado em um estudo onde ocorreu uma suplementação de Psyllium por longo prazo na dieta de homens e mulheres com hipercolesterolemia (colesterol alto) e com diabetes tipo 2 e resultou em um decréscimo do colesterol sérico total, diminuindo o colesterol-LDL e o diabetes e aumentando o colesterol-HDL.

Concluindo, o Psyllium é uma ferramenta adicional na alimentação das pessoas que apresentem problemas de função intestinal, devido a sua capacidade laxativa, ou pessoas que estejam ingerindo dieta baixa caloria e com isto necessitem aumentar a saciedade, e porque não falar em relação a prevenção de doenças crônico-degenerativas, entretanto a indicação de uso não deve ser indiscriminada e preferencialmente deve ser seguindo as recomendações de um médico ou nutricionista.

CAVALINHA

A Cavalinha é uma planta perene, não possui flores e, consequentemente, nem sementes; as folhas são muito reduzidas, mostrando-se como pequenas inflorescências translúcidas. Os caules são verdes e fotossensíveis apresentando como características distintas o fato de serem ocos, com juntas e estrias. É adaptada a solos húmidos e por ser agressiva e persistente, deve–se cuidar para que não se torne uma erva daninha e pode ser encontrada quase no mundo inteiro, variando apenas a espécie.

Toda a planta é formada por grande quantidade de silício e potássio e em menores quantidades de cálcio, ferro, magnésio, tanino, sódio, entre outros minerais, diversos ácidos orgânicos, flavonóides e resinas.
 
Benefícios da Cavalinha
  • Atua nos processos degenerativos da pele (rugas, estrias, flacidez, etc.), devido ao envelhecimento, obesidade ou emagrecimentos bruscos, gravidez, tensão muscular etc., pois a grande quantidade silício presente na cavalinha estimula a regeneração das fibras de colágeno e elastina.
  • Possui propriedades cicatrizantes, sendo utilizada  em compressas nos casos de úlceras varicosas, abcessos e feridas.
  • Atua nos processos degenerativo dos ossos (raquitismo, fraturas, descalcificação) pois o silício facilita a assimilação e a fixação de cálcio nos ossos, bem como, nos processos de Osteoporose (perda da consistência óssea), pois o silício estimula a atividade dos osteoblastos e fribroblastos, células do tecido conjuntivo que sintetizam as fibras de colágeno e formam a matriz do osso.
  • Auxilia nos processos de arteriosclerose. As últimas pesquisas demonstraram que a carência de silício é importante fator predisponente. O silício tem um efeito preventivo, e possivelmente regenerativo, sobre a degeneração das artérias, ao estimular as fibras elásticas deterioradas da sua parede.
  • Atua nos edemas (retenção de líquidos), litíase renal (cálculo nos rins), infecções urinárias, gota, excesso de ácido úrico e sempre que se pretenda um efeito diurético e depurativo suave mais eficaz.
  • Possui notável efeito hemostático (detém as hemorragias), tanto quando aplicada localmente como ingerida.

sábado, 27 de agosto de 2011

HIBISCO

Hibiscus sabdariffa é um arbusto anual e semi-lenhoso, natural da Ásia, especialmente da Índia, e da África, rico em cálcio, magnésio, ferro e vitaminas A e C, bem como, contém fitoquímicos, altos teores de antocianinas, fitosteróis, além de quantidade significativa de fibras alimentares. Vale lembrar que este hibisco não é o hibisco ornamental tão comum nos jardins do Brasil, conhecido popularmente como hibisco-da-china ou rosa-sinensis.

Benefícios do Hibisco

Na medicina popular o Hibiscus sabdariffa é usado como anti-espasmódico, anti-inflamatório, redutor da hipertensão, antioxidante natural, afrodisíaco, diurético, laxante suave e auxiliar nas dietas de emagrecimento. Também há indicações de seu uso popular para combater problemas respiratórios, bronquites, gripes e resfriados, gastrite e afecções da pele.

O chá obtido a partir do cálice da flor contém polissacarídeos em boas quantidades, além de conter também concentrações elevadas de flavonóides - reconhecidos como protetores contra os radicais livres.
O chá de hibiscus ganhou uma fama adicional recente: a de emagrecedor. Isso porque, a exemplo do chá verde, ajuda a estimular o metabolismo, tem ação digestiva e diurética, ajuda a reduzir o colesterol ruim, bem como, auxilia a reduzir as taxas de lipídios e glicose totais no sangue, colaborando na prevenção do desenvolvimento do diabetes tipo 2.

A ação diurética do hibiscus transformou a planta numa grande aliada das mulheres na luta contra uma inimiga implacável: a celulite. O chá preparado a partir do cálice do hibiscus ajuda a diminuir a retenção de líquidos, uma das responsáveis pela formação e agravamento da celulite.

Já o poder antioxidante do hibiscus também tem explicação: a boa dose de antocianinas, que são pigmentos dão uma variedades de cores atrativas de frutas, flores e folhas que variam do vermelho ao azul. São da classe dos flavonóides e responsáveis pelo potencial antioxidante das frutas vermelhas.


Chá de Hibisco

Para fazer o chá de hibisco, leve um 1 litro de água ao fogo. Assim que começar a levantar as primeiras bolhinhas, acrescente 2 colheres (sopa) cheias do hibisco seco. Desligue o fogo, tampe e deixe descansar por no máximo 5 minutos. Coe em seguida. Evite voltar a aquecer para não diminuir os efeitos terapêuticos da planta.

QUENTÃO DE HIBISCO

Ingredientes 
1 xícara de hibisco desidratado
2 colheres (sopa) de gengibre
2 colheres (sopa) de maçã desidratada

1 colher (sopa) de stévia, um adoçante natural e menos calórico
2 litros de água fervente
½ casca de laranja
cravos da índia e canela 

Modo de Fazer
Coloque numa panela a água fervente e os demais ingredientes, tampe e deixe descansar por 15 minutos. E está pronto para saborear.

GARCÍNIA


A Garcínia Camboja é uma planta nativa do sul da Ásia, que possui uma fruta amarga, comumente chamada de garcinia e utilizada há séculos pelos nativos da Índia como inibidor natural do apetite. Sua ação principal consiste na capacidade de "queimar" as gorduras armazenadas no organismo reduzindo assim o desejo de comer doces.

O extrato seco é obtido da casca do fruto, sendo o principal constituinte químico o ácido hidroxicítrico (HCA) que tem a função de bloquear a síntese de ácidos graxos. Outro processo assenta na capacidade do AHC em estimular a libertação da serotonina, um neurotransmissor vital envolvido no controlo do apetite.

A habilidade da Garcínia em controlar e reduzir o peso corporal deve-se à aceleração da queima de gordura pelo próprio corpo e pela sua capacidade de bloquear a síntese de gordura “nova”. Além desses efeitos de inibição de ácidos graxos e do aumento da taxa de queima de gordura, a Garcínia possui um efeito regulador do apetite. Esse último efeito ocorre no fígado, via a regulação do nível hepático de glicose.

O que torna a Garcínia uma alternativa ao combate à obesidade é o fato dar energia extra ao corpo e melhorar a transmissão de saciedade com a alimentaçãode sem causar efeitos colaterais dos supressores do apetite que estimulam o sistema nervoso central e que podem resultar em distúrbios psicológicos, cardiovasculares e outros.