sábado, 27 de setembro de 2014

NOZ MACADÂMIA: A RAINHA DAS NOZES

A noz macadâmia, além do seu sabor e textura incomparáveis é rica em proteínas, minerais como: potássio, fósforo, cálcio, magnésio, vitaminas B1, B2 e PP, além de óleos insaturados e pode ser considerada como um alimento funcional, pois seus componentes fisiologicamente ativos promovem benefícios maiores que seus nutrientes básicos. Uma dieta alimentar contendo macadâmia promove boa saúde, longevidade e redução de doenças degenerativas.

Pesquisas desenvolvidas pela University of Newcastle, demonstraram uma melhora significativa nos marcadores para estresse oxidativo, reduzindo a tendência à formação de coágulos e inflamação. Estudos conduzidos separadamente na Austrália e no Hawai, demonstraram uma redução significativa nos níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e de triglicerídeos totais.
 
A noz macadâmia apresenta em sua composição, um grupo de substâncias químicas complexas e inter-relacionadas, denominadas fitoquímicos, que têm função importante no metabolismo e que podem modificar fatores de risco para um enorme número de doenças. A principal classe de fitoquímicos presentes na macadâmia são os antioxidantes (caçadores de radicais livres e que podem minimizar a ocorrência de doenças degenerativas, doenças cardiovasculares entre outras).

A macadâmia pode ser consumida in natura ou tostada com ou sem sal e possui características culinárias que permitem a sua utilização como “snacks”, em bolos, tortas, sorvetes, combinada com chocolate, bombons, “cookies”, molhos, cremes, e em diversos pratos sofisticados elaborados com carnes, aves e peixes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário