quarta-feira, 28 de outubro de 2015

FARINHA DE MAÇÃ E SEUS BENEFÍCIOS

A farinha de maçã é elaborada a partir de maçãs vermelhas, maduras, desidratadas e moídas através de um processo que preserva todo o seu valor nutricional e terapêutico.

A farinha de maçã é riquíssima em pectina, fibra muito importante, que facilita a digestão das gorduras e proteínas, além de ajudar a regular a absorção dos açúcares, diminuindo a sensação de fome e o acúmulo de gorduras. Ao melhorar a eficiência do metabolismo, faz com que o organismo queime calorias de um modo mais eficiente, auxiliando na perda de peso.

A farinha de maçã é constituída de ácido ursólico, uma substância capaz de reduzir os índices do colesterol ruim, de triglicérides e baixar os níveis de açúcar no sangue, diminuindo dessa forma o risco de doenças cardiovasculares. 

A farinha de maçã contém também ácido málico, que tem função de melhorar  a força muscular, desempenho e recuperação após o exercício,  invertendo rapidamente a fraqueza, fadiga ou cansaço nos músculos. O ácido málico também restaura a energia rápida para o corpo e promove a agilidade mental, bem como evitando dores articulares e diminui pH sanguíneo.  Ele também age  como um agente natural contra substâncias tóxicas,  reduzindo qualquer metal pesado que se acumule no organismo e o risco de desenvolvimento de condições que causem danos no fígado, cérebro, como a doença de Alzheimer e sistema respiratório.

A maçã fornece vitaminas, minerais, aminoácidos, enzimas e outros nutrientes importantes para a saúde. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã é excelente para combater o sódio, responsável pela retenção de líquidos no organismo. 

Além das fibras a maçã possui substâncias antioxidantes como flavonóides e polifenóis, que são capazes de preservar as células dos danos provocados pela ação dos radicais livres; com isso retardam o envelhecimento e protegem o organismo de uma série de doenças, entre elas problemas cardiovasculares e o câncer.

Devido a quantidade de fibras solúveis e insolúveis, estimula a formação de uma flora bacteriana saudável, auxiliam no tratamento da disbiose intestinal e da prisão de ventre.

Sugestão de Consumo
Nutricionistas recomendam o consumo diário de 2 a 3 colheres, mas de forma fracionada para evitar problemas intestinais, já que tem muitas fibras. Pode-se misturar a farinha de maçã ao iogurte, vitaminas, massas, saladas, sopas, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário