sexta-feira, 30 de outubro de 2015

NIBS DE CACAU: BENEFÍCIOS

O fruto do cacaueiro (Theobroma cacao), também chamado de fruto dos deuses, não recebeu esse nome em vão. Foi assim denominado, primeiramente pelos Astecas, e em 1753, o sueco Carl Vonn Linnaus nomeou o gênero e a espécie com o nome científico Theobroma cacao, referindo-se ao próprio nome dado pelo povo nativo da América Central pré-colombiana.

O consumo do cacau é interessante para quem se utiliza da alimentação viva, com alimentos crus, mas não só para esse grupo exclusivo de pessoas. Quando consumido em sua forma crua (em nibs), ele mantém suas propriedades que ao longo do processo industrial (no chocolate ao leite, por exemplo), muitas vezes acaba se perdendo.

Os nibs de cacau são ricos em minerais como magnésio, que fortalece os músculos cardíacos, reduz a capacidade de coagulação do sangue, aumenta a resistência óssea e também é importante para o funcionamento cerebral. 

Também possui cromo,  cobre, ferro,  zinco, manganês, potássio, ácido graxo ômega 6 (que nos chocolates industrializados estão na forma de gordura trans), vitamina C (que também é perdida nos processos industriais do chocolate comum), flavonóides, feniletilamina, serotonina, theobromina (importante no combate à cáries) e anandamida (produz sensação de felicidade), polifenóis e antioxidantes (combatem os radicais livres, câncer de mama, próstata, envelhecimento precoce),além de possuir uma quantidade significativa de fibras.

Apenas uma colher de sopa de nibs de cacau ingerida diariamente já é suficiente para obter uma quantidade considerável desses minerais anteriormente citados. Eles podem ser consumidos em sua forma pura, ou acrescentando-se um pouco de mel para quem ainda não está acostumado ao gosto do cacau puro. Também podem ser moídos no liquidificador, e depois, adicionados a vitaminas (de preferência com leite de amêndoas ou soja), bolos, cereais (inclusive em barrinhas), iogurtes, frutas, misturado a granola, em receitas de cookies e brigadeiros. Pode-se ainda, socá-los com uma colher de açúcar mascavo, e com isso obter uma pasta que pode ser utilizada em pães e bolos, como cobertura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário