quinta-feira, 31 de agosto de 2017

CACAU E SEUS BEBEFÍCIOS

O cacau é um fruto de casca dura e de coloração que vai do amarelo esbranquiçado até vermelho escuro; pode medir até 20 cm de comprimento e contém uma polpa branca ou rósea com sementes avermelhadas. Destas sementes devidamente fermentadas e processadas, extrai-se a parte utilizada no chocolate, assim como a manteiga de cacau.

Os grãos são riquíssimos em antioxidantes, além de vitaminas e minerais, possuindo propriedades anti-inflamatórias e anti-alergênicas. A polpa do contém fibras, glicose e sacarose, vitaminas A, B1, B2, C, niacina e sais minerais como o magnésio, cobre, cromo, manganês, zinco ferro, fósforo e cálcio e uma grande quantidade de antioxidantes, que protegem as células dos radicais livres, prevenindo doenças.

O cacau também contém fitonutrientes como: feniletilamina, teobromina, catequinas, epicatequinas e muitos polifenóis, como flavonoides, que beneficiam o sistema nervoso e cardiovascular. Estes fitonutrientes contribuem para o funcionamento cognitivo saudável (aprendizagem, memória e pensamento crítico), ajudando a melhorar o fluxo de sangue no cérebro. Contém triptopfano que é importante na produção de serotonina.

Benefícios do Cacau

Coração: os polifenois do cacau são benéficos para saúde cardiovascular, podendo também reduzir a pressão arterial. É uma excelente fonte de magnésio que diminui o risco de formação de coágulos sanguíneos. Este, por sua vez, reduz os riscos de ataques cardíacos e derrames.
Fonte de energia: Os grãos reduzem a ansiedade, promovendo, simultaneamente, o estado de alerta.
Antidepressivo natural: Os grãos de cacau contêm dopamina, feniletilamina (PEA) e serotonina, os quais são usados para promover a saúde mental e um bom humor. Além disso, também contêm inibidores da monoamina oxidase e aminoácido triptofano. Inibidores da monoamina oxidase trabalham para manter a dopamina e serotonina na corrente sanguínea por mais tempo, o que pode aliviar a depressão e promover a sensação de bem-estar.
Cérebro: O cacau pode ajudar a pensar melhor também. Os flavonoides aumentam o fluxo de sangue e oxigênio para o cérebro. Uma vez que a demência é causada por um fluxo reduzido de sangue ao cérebro.
Pele: O cacau contêm algumas substâncias como o retinol, ácido ascórbico e vitaminas do complexo B. O alimento é utilizado em máscaras que ajudam a promovem a hidratação e oxigenação da pele. O ácido presente na polpa do cacau realiza uma leve esfoliação, eliminando as células mortas e suavizando as linhas finas. Os antioxidantes contidos no cacau ajudam a retardar o processo de envelhecimento.
TPM: O triptofano, que é um precursor da serotonina, também é um aliado na proteção da vagina contra corrimentos, no aumento da lubrificação feminina e no alívio das dores e sintomas da TPM.
Diabéticos: O cacau também ajuda o corpo a metabolizar o açúcar e reduzir a resistência à insulina.
Intestino: O cacau ajuda a regular a flora intestinal, pois contém flavonoides que servem como alimento para as bactérias probióticas – que, por sua vez, beneficiam o intestino.
Imunidade: Ajuda o sistema imunológico, estimulando a produção de linfócitos, um tipo de glóbulo branco que defende o organismo contra vírus e bactérias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário